Uma palestra, uma peça e um filme sobre relacionamentos

por Gustavo Gitti 25 July 2008 27 comentários

Lama Padma Samten


No dia 7 de agosto, às 19h30, o Lama Padma Samten dará uma palestra com o seguinte tema: “Relacionamentos lúcidos: é possível amar sem apego?”. Soou familiar? A última palestra do lama sobre relacionamentos eu comentei aqui no Não2Não1: “Conselhos para os casais”.

Seus ensinamentos são sempre envoltos numa atmosfera leve, com muito humor e informalidade. Quando fala sobre relacionamentos, eu sempre faço as perguntas mais imbecis e todo mundo ri. Creio que dessa vez não será diferente. Sempre lembro de uma vez, no meio de um retiro de 10 dias: “Lama, como fazer então, digamos assim, para iniciar um relacionamento como esse que o senhor descreve?”. E ele brincou: “Você quer receita, e rápido, não é mesmo? Afinal já são 22h30 e vocês vão sair pra balada, né?”.

Para quem for de Sampa e se interessou, é só aparecer. Falem comigo, eu serei o menino barbado testando o microfone. O CEBB SP fica atrás do Shopping Paulista, bem fácil de chegar.

Love ‘n’ Blembers

Love and BlembersFui domingo passado e estou pensando em ir de novo. Além de teatro com toques de dança, rola projeção de vídeo e música ao vivo (Claudia D’Orei canta, toca trompete e faz discotecagem ao lado de dois músicos que também atuam). Leia críticas do Estadão e da Revista Bacante.

Fui fisgado logo na segunda cena, na qual um casal senta-se à mesa e se lambuza com vinho e maçãs: o exagero do vinho derramado não só explicita aquilo que sutilmente nos acontece, mas é o que temos vontade de fazer de fato no meio do restaurante.

Outra cena que achei genial é a do abraço. Lembra do Me and You and Everyone We Know (Eu, Você e Todos Nós), quando a Miranda July anda na calçada com o cara da loja e eles vivem um relacionamento que dura uma quadra? Então, Love and Blembers mostra uma relação inteira no tempo de um longo abraço. Eu morri de rir e quase chorei, tudo em poucos minutos.

O espetáculo é dirigido pela Georgette Fadel, tem um elenco foda (destaque para o pessoal da EAD: Luciana Paez, Otavio Dantas, Flavia Melman e Daniela Duarte), a música é excelente (e sou bem chato com música ao vivo em teatro) e o local é de fácil acesso: SESC Avenida Paulista. Fica em cartaz até dia 31/8. Não perca.

Wall-E

wall-eEu esperava muito menos. Logo na primeira sequência do novo da Pixar, dá pra perceber que o filme não é bem para crianças. Sem diálogos, ritmo lento, cores pastéis, clima árido. A linguagem do robô vai sendo construída aos poucos. Ele vai nos nascendo humano e nós vamos descobrindo aquilo em nós que é maquinaria automatizada e aquilo que é humanidade.

Saí ontem do cinema com olhos vivos. Em alguns momentos, como a cena na qual um casal de humanos gordinhos brinca na piscina e joga água em um robô, lembrei de Pleasantville, que associa mediocridade a preto-e-branco e liberdade a cores.

Se ainda não foi, consulte a sala mais próxima no Yahoo! Cinema e não perca.

* Post dedicado a você, “Eeeeeeva”, a única menina que conheço que sabe ficar em silêncio por minutos e minutos e minutos.

Blog Widget by LinkWithin

Para transformar nossas relações

Há algum tempo parei de escrever no Não2Não1 e comecei a agir de modo mais coletivo, visando transformações mais efetivas e mais a longo prazo. Para aprofundar nosso desenvolvimento em qualquer âmbito da vida (corpo, mente, relacionamentos, trabalho...), abrimos um espaço que oferece artigos de visão, práticas e treinamentos sugeridos, encontros presenciais e um fórum online com conversas diárias. Você está convidado.



Receba o próximo texto

27 comentários »

  • Nati

    Não vi nenhum ainda, mas pretendo ver o filme. (É o que dá)

    Bom saber desta indicação. Não tinha dado nem moral pro filme.

  • Carol Vianna

    “Você quer receita, e rápido, não é mesmo?”

    Quem não quer!? Argh! Homens…

    Tb só vou poder ver Wall.E… =/

  • Ka

    Oi Gitti!
    Muito legal essa palestra com certeza participo, valeu a dica.

  • Rhode

    á me falarm que Wall E é a melhor anição romântica dos últimos tempos… Quero ver. Se eu gostar, entrará para a minha coleção nerd de animações. Por enquanto, o primeiro da lista é o Batman, assistirei assim que as filas estiverem menores.

    Só uma curiosidade:
    Ele te deu a receita? Então posta bem rápido, ok? ;)

    Gros Bisous.

  • Rhode

    eu senti esse “leve formigar”, um tremelique quase virtual.

  • Xana

    Pra mim, seus postos são poesia.
    bem, eu estava quase entrando na sala do urso que luta caratê, mas agora vou priorizar o wall-e…
    que bom que existe mais gente que sabe ler nas entrelinhas dos filmes “infantis”!!!
    um beijo!

  • Xana

    “seus posts”

  • Xana

    – seus posts-

  • @anarina

    Wall-E é demais. Eu saí do cinema com vontade imensa de comer uma salada enorme e não usar nunca mais qualquer transporte que não couber dentro do meu par de tênis.

    Sobre as outras sugestões… Pensarei no seu caso =)

  • Jazz

    É hoje teu aniversário? Passei para dar os parabéns.

    Gros bisous et tout bonheur du monde pour toi.

  • Andrea

    Saí do cinema completamente apaixonada por Wall.e. Pura poesia, com uma crítica afiada nas entrelinhas (às vezes, nem tão nas entrelinhas assim) e trilha sonora deliciosa. Adorei o blog.

  • Gustavo Gitti (autor)

    Andrea, trilha do Peter Gabriel. FENOMENAL.

  • Flávia

    Não moro em São Paulo, pena. Palestras desse tipo sempre são bem-vindas. E nem precisam ser sobre relacionamentos – parece que o palestrante sempre fala alguma coisa direta e especialmente para mim, independente do assunto. Coisa de gente (gente = eu) que acredita na teoria Kármico-universo-conspiratória de estar no lugar certo na hora certa.

    O espetáculo, idem – no way pra mim. Mas o filme não me escapa. Li, por concidência hoje mesmo, uma resenha a respeito e bateu vontade de assistir. Além disso, sou alucinada por trilhas sonoras e perder uma assinada pelo Peter Gabriel seria sacrilégio.

    E feliz aniversário atrasado – ok, julho se foi mas ainda estamos em pleno reinado de Leão, então tá valendo ;)

    Beijos

  • lucila

    wall-e é um filme de amor. uma obra prima da pixar
    (não sei pq to te seguindo no twitter, não lembro, mas não foi por causa do blog, que conheci agora e já tô fã)
    bjos

  • Xu

    Oi Gustavo,
    Estava procurando por blogs de relacionamento quando me deparei com o seu. Me surpreendi por ser um homem escrevendo. Mas me surpreendi mais ainda com a clareza e responsabilidade com que escreves o papel do homem no relacionamento!
    Especificamente no post “Se você deseja que sua mulher seja uma puta na cama” (que ADOREI), vc desafia o senso comum de que é somente culpa da mulher a diminuição do sexo no casamento… Mas é exatamente como escrevesse: o homem é um pacote completo! Se na vida não tem sedução (segurança, direção) não atrai e não excita.
    Parabéns!!! Vou voltar sempre.

    Beijos
    Xu

  • Jeff

    wow… mas é um “portal” do amor!!! que ótemo. volto pra depois pra conhecer mejor. de qq forma, já tá ‘rankeado’ no aplenospulmoesss.zip.net (passa por lá depois) rsrs abs. jeff

  • Deh

    Gustavo!!

    Vim parar aqui de um jeito tão inusitado, que você adoraria escutar, mas te conto outro dia…rs
    Adorei seu site,blog,livre homem sensível parece artigo tão raro nos dias atuais…
    Tbm vibrei com esse post teatro, budismo e filme um mix incrível.
    Estou pensando seriamente em ir a palestra amanhã.
    Bom fuçar mais e agora serei presença constante por aqui.

    beijos

    Déh
    solemescorpiao.wordpress.com

  • Deh

    Adorei passar por aqui!
    Até avho que vou a palestra amanhã…rs
    Mix “óteeeeeeemoooooooooo”: budismo, um bom espetáculo e um filme incrível! Muitas afinidades!
    beijos

  • Pedro

    E aí Gustavo, foi na palestra? Se sim, vai rolar um post com anotações sobre o que rolou lá, como você fez na palestra “Conselhos para os casais”? Infelizmente eu não consegui ir à palestra, então depositei todas as minhas esperanças em você pra saber o que rolou, porque fiquei interessado!
    :-)

    Abraços!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Pedro, as anotações da palestra foram publicadas na Cabana do Dr. Love, já no dia seguinte. O pessoal está comentando desde então.

    Aqui no blog eu não sei quando publicarei (sim, eu sou mau). hahahaha… Mas, sério, para essa eu queria escrever uns comentários também, então talvez demore ou talvez eu não arranje tempo.

    Foda mesmo foi o retiro de fds, cara. FODA.

    Abraço!

  • Pedro

    Cara, não achei lá… (é no http://papodehomem.com.br/, né?) Está em alguma seção restrita, é isso? Eu não cheguei a ler todo o post sobre a Cabana do Dr. Love, sorry, depois procuro com mais calma.

    Retiro: imagino que sim, só o visual do local já parecia ser estonteante!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Pedro, a Cabana não é aberta. Para entender o que é: http://nao2nao1.com.br/eu-estou-na-cabana-do-dr-love/

  • Pedro

    É, você É mau! Hahaha… Mas, tá certo, tem que “agregar valor ao serviço”!

    Eu não conhecia o seu blog aqui, nem a Cabana do Dr. Love lá, por isso tô meio por fora. Acabei encontrando seu blog justamente por causa dessa palestra. Uma amiga mandou o convite por email e fui procurar no Google e achei seu blog.

    Aliás, parabéns, li pouca coisa por enquanto mas gostei dos textos! Já baixei o álbum do Eddie Vedder (muito bom mesmo!), assisti o filme Into the Wild, tô com vontade de assistir o Wall-E e o Pleasantville já está engatilhado pra rodar na seqüência, graças aos posts. O blog já está nos favoritos!
    :-)

  • Deh

    Gustavo,
    Me pssa o post onde vc fala sobre o Into The Wild…
    Esse filme me fez pensar muitooooooooooo na vida, escrevi até um post sobre isso…rs
    bjo

  • Pedro

    Deh, sobre o Into the Wild, na verdade acho que não foi um post aqui do blog… acho que foi uma mensagem que o Gustavo trocou com alguém no Twitter, que dizia apenas que o filme era legal e que o álbum do Vedder era muito bom (eu estava na busca por mais informações sobre a palestra e sai lendo tudo o que achava, hehehe). Não sei se tem um post sobre o filme por aqui.

  • MARIANA G. ALBANO

    primeira vez em um blog, primeira vez…

    PARABÉNS POR TAMANHA SENSIBILIDADE E POR TRATAR COM TANTA SABEDORIA DO QUE É O COMBUSTÍVEL DA MINHA VIDA: O AMOR E AS RELAÇÕS ENTRE NÓS SERES PENSANTES!

  • Fernanda

    Wall-E foi realmente tão incrível que, quando saí do cinema, queria ter a sensibilidade de um robô. E parabéns pelo site! =)