Dicas para você fazer amor usando posts, twitts e torpedos (Não2Não1 no Agora SP)

por Gustavo Gitti 21 setembro 2009 16 comentários

revista-da-horaMariana Poli, repórter do jornal Agora São Paulo, do grupo Folha, me enviou um email pedindo ideias para uma matéria sobre “paquera eletrônica” para a capa da Revista da Hora, que sai aos domingos.

De cara, indiquei o texto “Como conquistar a mulher dos seus sonhos via SMS” (que fiz para o Papo de Homem) e falei do projeto LoveCode.

Lembrei da história da Marina Santa Helena e do Ian Black, que se conheceram pelo Orkut, e do Junior WM (o Dr. Drinks do PdH), que pediu sua mulher em casamento via Twitter. Eles também foram entrevistados e saíram na revista.

Depois, ao telefone, conversei com ela explicando que tecnologia não é só Facebook e Twitter: usando apenas um telefone é possível fazer muita coisa. Contei a história da ligação silenciosa, ela adorou e acabou focando nisso ao entrevistar a Isabella.

A sessão de fotos foi estranha. A gente se sentiu bastante desconfortável, parecendo uns bobos, mas nada melhor pra tirar a seriedade da vida do que pagar um belo mico e passar vergonha.

Além do box sobre o casal, saiu uma página com dicas para envolver o parceiro usando novos meios digitais, um resumo do texto que enviei para ela e do clássico post do Ian Black: “Xaveco Arte – Receita para um encontro à distância”.

A identidade da matéria é bem teen, mas é isso aí: o que importa é espalhar o amor pelo mundo. ;-)

Compartilho aqui o texto que enviei e não foi publicado na íntegra.

Emails, ligações, posts, twitts, torpedos…

O amor é bicho esperto, camaleão. Usa de tudo para poder se expandir, como um rizoma, por baixo, por cima, por dentro.

Sendo assim, é possível usar as várias tecnologias disponíveis (do mais simples celular a um complexo sistema na web) para enriquecer a relação, envolver o outro, tocá-lo de outra maneira. Surpreender, brincar, jogar com o parceiro.

Podemos explorar as linguagens da tecnologia como um artista. SMS, email, telefone, video-chat… Cada forma de relação oferece vantagens e limites. Um bom homem sabe usar a tecnologia para envolver sua mulher, dançar à distância, conduzi-la de um lado a outro. A técnica pouco importa.

Eis algumas ideias para solteiros ou casados:

Envie emails como se fosse outra pessoa

Brinque com diferentes perspectivas usando um simples email. Convide-a para uma noite de salsa por meio de seu assistente cubano, mude a assinatura, escreva de outro jeito, diga para ela confirmar a presença com ele, não com você. Eu mesmo já troquei diversos emails com minha namorada assinando como “Sarah, assistente do Sr. Gitti para assuntos amorosos”. Além da diversão, as identidades imaginárias abrem um espaço de liberdade para que o outro fale coisas que normalmente não falaria.

Ligação com viagem no tempo

Tecnologia antiga, mas eficaz. Às vezes costumo ligar como se estivesse em outro tempo e a ligação fosse gravada. Falo sem parar, ignoro quando ela tenta interromper e aproveito para brincar muito. Ligo no dia seguinte como se estivesse na manhã anterior: “Oi, a gente vai se ver hoje à noite, estou inseguro, queria muito te agarrar, não sei se você quer”. Ela ri, claro, afinal a noite de sexo já aconteceu.

Crie um blog secreto para ela

Ideia explicada em detalhes no segundo texto da série “Meios hábeis do amor”.

Jantar misterioso via SMS

Em vez de marcar um encontro do modo convencional, não informe logo de cara data, horário e local. Para a data, envie uma pergunta por SMS. Para ela descobrir o horário, proponha um desafio ou tarefa. E enfim diga a ela para ir a um local perto do restaurante, alguma livraria (a Fnac da Av. Paulista, por exemplo, se você for levá-la ao The View, que fica em frente). Diga para ela confiar em você (sempre por SMS) e no último minuto vá até ela e leve-a até o restaurante.

Declaração pública pelo Twitter

Você não precisa seguir o exemplo daqueles que já usaram o Twitter para pedir em casamento. Basta escrever para sua parceira elogiando ou descrevendo sua paixão publicamente. Mulher adora isso. Tenho um amigo que sempre escreve algo do tipo: “Sou casado com a mulher mais linda do mundo”. Outra opção é fazer uma série de mensagens sobre sua relação. Eu, por exemplo, fiz a série “Namorar é…” com várias cenas da vida a dois.

Audiotour pela cidade

Fiquei fascinado com esse projeto da Mostra SESC de Artes de 2007. Um percurso de uma hora no qual as pessoas são guiadas por um MP3 Player e caminham por vários locais da cidade em busca da resolução de um mistério policial. Por que não fazer isso com sua mulher? Faça você mesmo o percurso gravando as orientações e coordenadas em áudio. Depois anexe o MP3 a um email para ela indicando o local de partida para ela dar play e sair andando com fones de ouvido. Você pode deixar algum presente escondido debaixo do banco de uma igreja, fazer o percurso acabar em um restaurante com você dentro ou em uma loja na qual todas as atendentes já estão avisadas: “Olha, eu deixo pago e ela compra o que ela quiser dentro desse valor, pode ser?”.

P.S.: Na Cabana PdH, estamos reunindo todas as brincadeiras desse tipo já realizadas pelos participantes (são muitas, sempre me surpreendo com a criatividade dos caras). Vai virar um PDF e, depois de mais ideias e relatos, quem sabe um livro?

Blog Widget by LinkWithin

Para transformar nossas relações

Há algum tempo parei de escrever no Não2Não1 e comecei a agir de modo mais coletivo, visando transformações mais efetivas e mais a longo prazo. Para aprofundar nosso desenvolvimento em qualquer âmbito da vida (corpo, mente, relacionamentos, trabalho...), abrimos um espaço que oferece artigos de visão, práticas e treinamentos sugeridos, encontros presenciais e um fórum online com conversas diárias. Você está convidado.



Receba o próximo texto

16 comentários »

  • Vanessa

    Gustavo, olá.
    Já estou acostumada a ler seus textos, que por sinal são o máximo, precisaríamos de homens como vc neste mundo machista e egoísta…
    Bom, te faço uma pergunta ridícula, porém não me dou por vencida…
    Existe um cara casado em minha vida que deu em cima de uma amiga, por este motivo quero fazer com que ele fique maluco por mim e dar o troco…oq fazer??
    Já estou o ignorando, ou continuo saindo com ele, para depois de deixá-lo louco de tesão e tudo mais dar um pé na bunda dele.

  • Waneska

    Gustavo,

    Conheci seu site atraves da revista do jornal Agora (20/09)
    Adorei tudo por aqui.
    Parabéns!!!!!
    E obrigada pelas dicas
    Estou tendo um relacionamento a distância e achei ótimo o site
    Bjoooo

  • Aline Honorato

    Adorei tudo isso;me deram otimas idéias
    pois tmb me relaciono com alguem de longe
    que por sinal é o Namorado mais Lindo!

  • Cyntia Simões

    Vanessa,

    Desculpe-me intrometer, mas tem certeza de que é isso mesmo o que você quer? Dar o “troco”? E vale a pena? Porque fico pensando… O que você ganha com isso?
    Acho que se você não gostou da atitude dele, a sua deixa muito mais a desejar. E é essa mesma a pessoa que você é? Ou que você quer ser?
    Outra: não seria uma desculpa para você continuar tentando? Porque você mesma não consegue largá-lo e encontrou essa desculpa para insistir num relacionamento fadado a acabar?
    Só acho que, enquanto você está aí, com um pessoa que não te respeita, tentando “fazê-lo se apaixonar”, você pode estar perdendo excelentes oportunidades ao seu redor… E falo de oportunidades de ser feliz, em vez de guardar rancor por coisas que estão fora do seu alcance modificar.
    Beijos e cuide-se!

    Gitti,

    Adorei o texto… Fez-me relembrar muitas novidades que acrescentei ao meu relacionamento. Muito bom mesmo!
    Beijos e abraços!

  • Amanda

    Ô pessoa intrigante vc é Gustavo!
    Sinceramente há um bom tempo, perdi a fé nos homens!

  • Fernanda

    Renovar um namoro à distância, por exemplo, dá trabalho… Mas quem disse que não se torna divertido?
    É ótimo “gastar” alguns segundos e teclas pra enviar um recado divertido ao celular do namorado, enquanto ele está na aula de Francês, só pra fazê-lo rir.
    Mesmo que nada supere o bom e velho olho-no-olho, eu, por exemplo, fico muito feliz quando percebo que ele dedicou um pouco do seu dia atarefado pra me fazer um carinho, mesmo que via Twitter.

    Aí não há distância que vença, né, Gitti? =D

  • Ed Roberto

    Eu sempre mando SMS, recados no Orkut pra minha namorada. Nada de mela-cueca. Envio como se eu fosse o “Ricardão”, pedindo se eu tenho chance com ela, chamo ela de alguma coisa que só nós entendemos o porque, ou alguma cantada: “Nossa, todas essas curvas e eu sem freio nenhum”.

    Não deixa de ser romantico, sacana, espontâneo e com muito humor!
    A melhor declaração que eu posso oferecer pra ela!

  • /Niarchos

    Bem legal teu site!

  • camle

    olha eu acho aassim si a gente gosta a gente nâo tem que fiçar asssim nessa eu tambem to passando por um momento muito dificil gosto de uma pessol que se diz gosta de mim ele manda recadinhos pra minha amiga mas ele nunca tem coragem de chegar é falar nada´pois ele diz que tem vergonha. E ainda pra acabar com migo ele mora na mesma rua que eu eu não sei o que fazer pois eu sou apaixonada por ele por favor mim ajudem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Renata

    Não acredito que existem homens que façam este tipo de coisa, onde eu acho um destes? muito legal a sua idéia.

  • cynthia

    Gustavo, sinceramente não esperava existir homens como vc.
    tá certo q o Brasil é enorme, e o mundo mais ainda, mas cada vez mais, conforme o tempo passa, sempre me deparo com o incrível machão, que tem q ser para os outros e não se preocupa em agradar a mulher que está do lado dele.
    Sua namorada(ou esposa) é uma mulher de sorte!
    Já tem algum tempo que leio seu blog, e vc começa a me convencer q eu posso encontrar alguém que tenha ‘conteúdo’.

    Parabéns pelo blog.
    Cynthia – 25 anos

  • Laura Sousa

    Uff,
    Bela matéria, como sempre…^^
    AdOrei!
    Francamente, cara, você é intrigante! O.O. Escreve paks, e ñ tem “papas na língua”, isso é muito massa!
    Muito interessante o “troca de identidade”, via e-mail, dá um mistério fascinante! xD

    Bjks :*

  • Dine Oliveira

    Olá Gustavo.
    Adoro o Blog a cada post que leio, já conhecia o Papo de Homem que também é fantástico e é bom saber que existem homens por ai como você.

    Eu andava meio descrente mas a leitura deste, me faz ter um pouquinho de esperança (mas só um pouquinho). Sei que não sou a unica que diz isso mas eu precisa somar.

    As dicas aqui dadas são apaixonantes e inspiradoras.

    Parabéns!

  • Renata

    Descobri o blog hoje e adorei!!!
    Leitura descontraída, divertida e inteligente..Parabéns!!
    Vou indicar para todos que conheço, afinal homens e mulheres precisam de idéias sempre.
    Abraços

    Renata

  • Felipe

    Gustavo,

    Onde posso encontrar esse PDF que mencionoou com as brincadeiras todas?

    Abraço e LUZ!

  • Glauber

    Na frase “A identidade da matéria é bem teen, mas é isso aí: o que importa é espalhar o amor pelo mundo. ;-)
    Cada vez mais, acho que você Gustavo Gitti é o Dr. Love! Diz ai rsrsrs
    Espalhar o amor pelo mundo ;-), típica frase do Dr. love ;-)abraço.