CLOSER: o jogo dos 7 erros (para homens)

por Gustavo Gitti 12 dezembro 2007 156 comentários

Closer - Natalie PortmanEste post não é sobre Closer. Apenas me lembrei que passou na Globo semana passada e comecei a escrever sobre outra coisa. Esse post é para homens. Meu nonsense inicial abre a primeira lição: toda fala de mulher é sobre Closer, principalmente aquelas que não são. Preparem-se, mas larguem o bloco de notas porque não adianta. O que me lembra do segundo apontamento: com mulher, não se usa bloco de notas. Um único desvio de olhar para o papel e já era – diga adeus ao essencial.

O namoro vai mal há alguns meses. Você está bastante preocupado com a mudança de emprego e os novos projetos pessoais. Pensa: “Deixa só as coisas se acalmarem que eu reconquisto a parte distante dela”. Em meio à crise, você até dá uma olhada em restaurantes e presentes legais, só que não é o momento. Ela está muito estranha e distante. É melhor esperar um pouco. Sai um dia, agarra uma outra, leva para o motel. Uma noite não altera seu amor por ela, não é mesmo? A ausência de sexo na relação você resolve com vídeos, putas e one-night-stands. Algumas viram casos, mas você ama só sua mulher. Não consegue se ver sem ela. Durante a crise, talvez essa espécie de apego seja a única base para a relação.

Ainda que tudo fique por um fio, você se sente com o controle. Ela não quer, mas você faria amor com ela hoje, fácil, fácil. Enquanto espera, você pensa que ela fará o mesmo. Sua crença tem uma lógica sutil: “Ainda estamos juntos, só que precisamos de um tempo não dito para nos reaquecermos”. Pensar que ela segue uma lógica (seja ela linear ou paraconsistente, evidente ou oculta) é o terceiro erro masculino.

O quarto vem logo a seguir: acreditar que uma mulher não possui lógica alguma. As mulheres já nascem com uma habilidade que precisamos de vários doutorados para começar a aprender. Alternam rapidamente entre diferentes lógicas e coerências. Elas, contudo, não são incoerentes. Não! Nada mais equivocado. Elas compartilham a coerência dos fios de cabelo: sempre iguais, mas cada hora em uma posição.

Por mais que as coisas estejam indo mal, você tem um direcionamento claro que o faz ficar razoavelmente bem. “Estamos mal, mas nada demais. Uma hora a gente fica bem de novo”. Sua lógica é seu conforto. É fácil se distanciar do sofrimento quando há trabalho, cerveja, amigos e internet. Sem saber, ao camuflar sua dor, você termina por ignorar o desespero dela. Olha e quase diz: “Mas não precisa perder a cabeça! Eu apenas não vim hoje para jantar. Nós temos uma história linda, oras! Somos ainda um casal!”. Ela não quase nada. Ela grita pra valer: “Nós não somos mais um casal, não sinto você mais como meu homem!”.

Ela vê o minuto, a hora, o dia. Você vê o mês, o ano, a década. Você diz “Anteontem foi tão bom!”, “Amanhã eu faço” ou “Mês que vem vamos viajar”. Ela sente sua ausência durante o dia e no exato momento em que discutem – enquanto você insiste em estar em outro lugar, teima em não sentir a dor junto com ela. Para você está tudo bem. Para ela, é claro que não! Assim que você percebe isso, a coisa complica. “Nossa, hoje não dá sequer para tentar nada com ela desse jeito”. O quinto erro: não ver a possibilidade de transformar as situações a qualquer momento. Por que você acha que ela se dá o trabalho de chorar e ser tão chata? Por que ela manteve o prato dela na mesa, com tudo arrumado? Por que ela não deixou só o seu e foi dormir? Você faria isso, não? Ela não quer ser chata, ela só quer a sua presença.

Closer - Natalie Portman Again and AgainOs braços que reclamam estão apontando para os pratos sujos na pia, seus atrasos e “Por que você não ligou para cumprimentar minha irmã ontem?”. Você lava e seca, passa a chegar no horário e liga pedindo desculpas. Se fez só isso, sua desatenção se manifestará em outras coisas, até que a reclamação volte. É possível satisfazê-la sem sair do lugar, acredite. Para onde aponta o coração dela? Não seja ingênuo de achar que sua mulher é tão estúpida como pode às vezes parecer. Ela realmente quer ver pratos limpos? Ela realmente é tão implicante? Não, ela quer cuidado, carinho e presença. Se mantiver essa postura, os pratos ficarão limpos, naturalmente. Cuidado com ela significa cuidado com absolutamente tudo o que a circunda. O quarto, o prato, a casa, a família, a natureza, o mundo. Prato sujo não é muito diferente de falta de amor por ela. Considerar tal afirmação um pouco forçada é o sexto erro.

Voltando ao namoro em crise. Você espera; tudo sob controle; transaria com ela a qualquer momento. E ela? Não, ela não voltaria ao sexo a qualquer momento. E, sim, ela poderia se abrir ao sexo a qualquer momento. Você precisa perceber primeiro o “Não” para construir o “Sim”. Sem acolher e aceitar, você não conseguirá liberar e redirecionar. É muito comum ver homens tentando resolver à distância, sem antes se aproximar.

Ela não sente nada sob controle (nem dela, muito menos seu). Ela não espera! Sua ausência não encontra paralelo feminino. Mulher é sempre movimento presente, ânsia por amor e abertura. Se não for com você, será com outro. Isso não as faz putas ou traidoras. Elas têm tanta culpa quanto uma música que oferece sua beleza a qualquer um que se aproximar. Nesse meio tempo, enquanto você e sua lógica esperavam, ela conheceu outro, se apaixonou e fez tudo que queria fazer com você. Para ela, o amor é sempre amor, vindo de você ou de qualquer cara. Isso faz com que ela o ame e do nada passe a odiá-lo. Se quer consolo, tenha certeza de que o mesmo vale para o outro cara.

Você liga e tenta voltar. Suas flores encontram um espaço já preenchido. Quanto mais você se humilha, mais ela se torna implacável. Você não acredita em tamanha crueldade! Quanto mais você sofre, mais ela pisa. “Você ficou 8 anos comigo, como pode me tratar assim?”. Ela afirma e confirma várias vezes. Nunca mais quer falar com você, nunca mais quer ver você. Você diz que sofre, ela desliga com gosto na sua cara. “Não ligue para mim nunca, por favor”. Você sofre ainda mais por não entender nada. E então solta a clássica: “Tudo bem, eu deixo você ir, mas só me explica o motivo. Por quê? Por quê? Por quê?”. O sétimo erro. Perguntar “Por quê?”.

Meses depois, você a encontra e não entende como é possível tamanha docilidade. Cadê o “nunca”? Ver o feminino como substância, em vez de movimento; essência, não existência; parede, no lugar de tinta. Temos aqui o oitavo erro dos homens.

Você erra uma palavra e toda a noite de sexo se vai. Isso parece horrível até que você entende que basta acertar novamente! Só mais uma palavra e toda a noite de sexo está ali novamente, bem na sua frente. Sexo, casamento… às vezes uma vida se vai por uma palavra mal colocada. O feminino é esse ser que nos escapa. Sempre que nos agitamos para persegui-lo, voltamos sem nada para casa. O homem feliz é aquele que fica. Às vezes chove, ele se molha. Às vezes vem o Sol e ele sorri.

“Fica comigo?” significa muito mais do que um beijo ou uma transa. “Eu sou esse torrencial incontido que transborda para todos os lados, se esvai, deságua para um lado, escorre para outro. Eu quero repousar em algum lugar para finalmente me juntar inteira e sentir meu tamanho. Você pode ser esse lugar? Fica comigo?”.

Os 7 erros, enfim, não podem ser corrigidos. Seria como tentar fixar uma nuvem ou uma onda. Os 7 erros devem ser constantemente jogados. No começo, eles parecem instruções, conselhos, afirmações, não? Por isso são sempre mais um. Vamos acertar todos os oito, para logo nove depois errá-los como se tivéssemos dez esquecido da técnica e do gosto do acerto onze.

Closer - Natalie Portman AgainMesmo sabendo das regras, vamos cair. Feio. Para os homens, sobrou esse papel de Sísifo do amor. Vocês já devem imaginar que só as mulheres ficam sempre em uma condição win-win… Bem, não fui eu quem inventou esse jogo! Para compensar, elas têm TPM, menopausa e celulite.

Da próxima vez que tudo desmoronar, look closer. Atente ao que fica. O feminino nunca chega a nos abandonar. Ele se transforma apenas. De Natalie Portman nua a quarto vazio, é um segundo. Êxtase e solidão, ambos são um tipo especial de mulher. Algumas sorriem para nós, outras se afastam e levam o Sol.

Homem, se achou que agora pode trair, se arrepender, mentir, oscilar, ser cruel e abandonar a lógica, você se enganou feio. Vai usar minissaia agora também? O que fica bonito em mulher transforma o homem em um ser desprezível. Conforme-se com o feminismo oculto desse post. Contente-se em transformar seu pesadelo em jogo.

Mulher, achou a abordagem machista? Ninguém mandou ler! Isso é escrito para homens. No universo masculino, não existe tal coisa como “machismo”. Existe ignorância, lucidez e, nos entremeios, um bando de caras resgatando um ao outro de vários incêndios. Só isso. O cara que ler esse post, sair vivo e se casar contigo, esse eu garanto que não será machista.

Blog Widget by LinkWithin

Para transformar nossas relações

Há algum tempo parei de escrever no Não2Não1 e comecei a agir de modo mais coletivo, visando transformações mais efetivas e mais a longo prazo. Para aprofundar nosso desenvolvimento em qualquer âmbito da vida (corpo, mente, relacionamentos, trabalho...), abrimos um espaço que oferece artigos de visão, práticas e treinamentos sugeridos, encontros presenciais e um fórum online com conversas diárias. Você está convidado.



Receba o próximo texto

156 comentários »

  • myla

    dá pra se por capitanias num querer? coisa melindrosa… dá pra se querer fazer o mesmo qdo esse querer se transforma? coisa esvaecida tem peso? mas se não tem peso pq tem dor? nunca há matéria em nada. disparate é essa mania da gente, todos nós, querer viver se enganando.

    no fundo, no fundo, a pedra existe ali não para ser contornada, deglutida ou arrancada do meio do caminho. todo mundo pra ajoelhar, reza. e a beleza é essa.

    a pedra bem cumpre uma única finalidade: nos deixar tão suspensos, q entramos num caminho des-ordinário. daí, crescemos muito melhor.

    mas vc já sabe tudo isso. eu é q, pela repetição, tô vendo se aprendo.

    parabéns pelo post! :0)

  • B. - A Vida Secreta

    Não achei machista, um dos posts mais realistas sobre o assunto mulheres. Complicadas e perfeitinhas, somos assim.

    “Fica comigo?” significa muito mais do que um beijo ou uma transa. “Eu sou esse torrencial incontido que transborda para todos os lados, se esvai, deságua para um lado, escorre para outro. Eu quero repousar em algum lugar para finalmente me juntar inteira e sentir meu tamanho. Você pode ser esse lugar? Fica comigo?”.

    Este parágrafo… Putz! Nunca li algo tão perfeito.

    E no mais… Não quero opinar. A grande maioria do tempo, nós, mulheres modernas oscilamos entre quem somos e quem gostaríamos de ser, portanto… Não há conclusão.

  • A VIDA SECRETA » Blog Archive » De Natalie Portman nua a quarto vazio, é um segundo.

    [...] saber o porque da afirmativa acima, passa no Não 2 Não 1, o Gustavo Gitti mandou super bem em Closer, o jogo dos 7 erros (para homens). Eu, que entendo nada de mente masculina, vi o melhor b+a=ba para entender as mulheres com a tecla [...]

  • Monix

    Machista? Achei de uma lucidez impecável, uma aula. Concordo com B., o parágrafo que ela destacou é mesmo perfeito – tão perfeito que estou roubando (e linkando, claro).
    ;-)
    Bjs

  • De Natalie Portman nua a quarto vazio, é um segundo. « Me and my secret life

    [...] saber o porque da afirmativa acima, passa no Não 2 Não 1, o Gustavo Gitti mandou super bem em Closer, o jogo dos 7 erros (para homens). Eu, que entendo nada de mente masculina, vi o melhor b+a=ba para entender as mulheres com a tecla [...]

  • Samantha Shiraishi

    Não achei machista (aquele seu texto que citava a Marie Claire era), mas este é lúcido. Destaque meu para o parágrafo do quarto erro:
    “Elas alternam rapidamente entre diferentes lógicas e coerências. (…) Elas compartilham a coerência dos fios de cabelo: sempre iguais, mas cada hora em uma posição.”
    Não sabia se ria ou concordava plenamente. Ainda não decidi! (risos)

  • Sete « A vida como a vida quer

    [...] já que falei em mulheres e sete, há um post hoje do Gitti com ambos, um jogo dos 7 erros para os homens sobre as mulheres. Está recebendo comentários elogiosos do seu público predominamente feminino. Proeza, não é? [...]

  • Mirian Bottan

    Gustavo, só uma coisa me intriga: ou você já perdeu um amor por conta disso (e foi avisado depois), ou você tem uns 200 anos, ou você é mulher.

    Eu jamais vi um homem falar de uma coisa tão delicada de forma tão profunda e precisa. Sim, precisa.

    Por vários momentos eu me vi refletida no teu post, e de uma forma tão viva que quase me fez chorar.

    Eu disse quase.

    “Ela não sente nada sob controle (nem dela, muito menos seu). Ela não espera! Sua ausência não encontra paralelo feminino. Mulher é sempre movimento presente, ânsia por amor e abertura. Se não for com você, será com outro. Isso não as faz putas ou traidoras. Elas tem tanta culpa quanto uma música que oferece sua beleza a qualquer um que se aproximar. Nesse meio tempo, enquanto você e sua lógica esperavam, ela conheceu outro, se apaixonou e fez tudo que queria fazer com você. Para ela, o amor é sempre amor, vindo de você ou de qualquer cara. Isso faz com que ela o ame e do nada passe a odiá-lo.”

    Meu sinceros parabéns. Sério.

  • A VIDA SECRETA » Blog Archive » Closer - Sexo Virtual

    [...] já que o Gustavo Gitti falou de relacionamentos e lembrou do filme Closer, resolvi postar esta cena, que eu ri muito, onde um cara se passa por mulher e o outro carentão [...]

  • Closer - Sexo Virtual « Me and my secret life

    [...] Closer – Sexo Virtual dezembro 12, 2007 E já que o Gustavo Gitti falou de relacionamentos e lembrou do filme Closer, resolvi postar esta cena, que eu ri muito, onde um cara se passa por mulher e o outro carentão [...]

  • Gustavo Gitti (autor)

    Oi Mirian!

    Sim, é a primeira opção. Já “perdi” alguém 2x por isso. ahahaahah… Mas não fui avisado, não. Tive de ralar um pouco pra sacar só algumas coisas.

    O oceano continua misterioso, insondável!

    Fico feliz que vc se identificou, ainda bem que não chorou! ;-) Menos mal.

    Parabéns a todos os casais que conseguem não cair nesses padrões.

    Abração! Bom te ver por aqui, Mirian!

  • Biessa

    Uma vez um leitor meu escreveu num post que aquilo jamais poderia ter sido escrito por uma mulher e eu levei como elogio. Espero que você também leve isso como elogio, Gustavo: Fica complicado acreditar que um homem tenha escrito isso. Não sei se me identifiquei com todas as coisas, mas algumas são daquela ordem que a gente até sente, mas não consegue verbalizar.

    Leitura obrigatória. Um beijo!

  • J@de

    Machista?? Eu quase pedi vc em casamento me oferecendo prá lavar, passar, arrumar e cozinhar!! hehehehe!!
    Sem brincadeiras, sem me isentar da minha parte de responsabilidade para o fim da relação, mas pareceu a seqüência do meu casamento…
    Parabéns por conseguir enxergar tão bem as nuances femininas… que tal um post dos 7 erros femininos??
    Beijos!

  • Lyn Monroe

    Cara, esse post é demais..
    eu sempre venho aqui te ler, mas nunca comento, sou mega preguiçosa..
    mas esse post nao tem como deixar passar..
    alguem ai disse q quase chorou lendo, pois eu chorei, mesmo…
    pq vc entendeu o q se passa, nem consegui achar machista, antes muito lúcido.
    Essa parte foi demais: “…Ela não quer ser chata, ela só quer a sua presença.”
    é bem isso mesmo, mas homem tem hora q não quer ver, ou faz q nao vê, eu nem sei mais..
    a gente devia imprimir esse seu post e sair distribuindo p todos os homens q conhecemos.
    Quem sabe nossa vida amorosa nao se tornava um pouco mais simples??Rs
    gde beijo p vc!

  • Cybele

    Como não ler? É sobre nós, meu amigo..rsrsr
    Que carinho senti no texto, não achei nada machista, muito pelo contrário, adorei ler esse cuidado com os nossos desatinos.”É possível satisfazê-la sem sair do lugar, acredite”. Este post calou fundo.
    bjs

  • Andre L. Soares

    O texto é perfeito, como já afirmou a Mirian. E certamente que é resultado de longo aprendizado. Eu sempre que vejo as mulheres falando da insensibilidade masculina me sinto ofendido. Vejo que as mulheres nos querem profundos conhecedores do complexo universo massculino assim: ‘do dia pra noite’. Isso não acontece. Estamos sempre aprendendo. Daí que, das impetuosas ações da adolescência até a maior capacidade de tentar compreender, levam-se aí uns 20 anos. Hoje, não raro, eu olho pra trás e digo: – caramba, eu já cometi esse erro mil vezes. Não que não os cometa ainda hoje. Contudo, depois de se por em prática a teoria aprendida (a custa de perdas e mais perdas de mulheres sensacionais que vão passando em nossas vidas), consegue-se, enfim (e talvez!), sair do estágio de total burrice. Mas isso não chega a ser um crime, afinal… cada mulher é um universo novo e infinito a ser desvendado. Graças a Deus!

  • Nat

    Sabe que às vezes é difícil admitir que somos tão complicadas?

    Invejo muito a racionalidade e a lógica masculina. As coisa sparecem tão mais simples.
    E ao mesmo tempo é tão bom ter crises de choro e de alegria por um motivo banal sem parecer maluca.

    Esse texto é ótimo pra os homens tentarem (e não conseguirem, claro) entender as mulheres e é ótimo também para as mulheres verem que são complicadas mesmo, mas que isso não é motivo pra não se controlar um pouco e não fazer tempestade em copo d’água por tudo (é, nós fazemos isso, infelizmente. :D )
    Ótimo texto!

  • Alê

    PQP!
    Vc em crise fica em sua melhor forma. Seus últimos posts estão do jeito que eu gosto.
    Esses sinais, ou 7 erros eu conheço muito bem do lado de cá. É muito triste esse jogo, mas talvez seja necessário passar algumas vezes por ele. Acho que o desafio é não perder a inocência. Aquela sabe? Que faz a gente ver isso que você vê agora.
    Esse “fica comigo” é isso aí mesmo, perfeito! Talvez o feminino seja uma casa, que contém, recebe e inclui. E o masculino esse lar, que protege e acolhe debaixo de um teto com chaminé.
    A gente precisa disso muitas e muitas vezes.

    Comecei a viajar…

    bjs

  • Gustavo Gitti (autor)

    Oi J@de, é, infelizmente essa é a sequência de vários fins… Erros femininos? Ish, para chegar aí eu primeiro terei de superar os masculinos, não? Mas olha… O que está saindo é um espelho dos 10 conselhos pra homens. São 10 sugestões para mulheres.

    Cybele, fico MUITO feliz com isso.

    Alê, quem disse que estou em crise? Esse lance de crise é coisa de mulher! hahahha… Homem só tem dois estados: vivo ou morto. A alma masculina é praticamente é tão sofisticada quanto um pênis… hahahaha

    Biessa, adoro seu blog!!! Acho que nenhuma mulher ou gay poderia escrever sobre isso. E explico: é preciso sentir o fracasso do masculino, a impotência de tentar e não conseguir. A confusão masculina é totalmente diferente da feminina.

    Porra, mais cadê os homens????? Vou pedir pro meu amigo designer trocar de uma vez esse lilás… hahhaah… Ele insistiu, eu topei. Mas já deu, né?

    Abração proces!

  • Fanny Webber

    O mais legal é que eu vou ser o unico homem a comentar aqui?

    Estar presente é o que faz a diferença, as vezes temos que jogar contra a nossa lógica para resgatar uma história. O pior não é errar e sim repetir os erros.

    Gostei muito desse teu post, ficou muito bacana.

  • Mulher Solteira

    Gustavo, gostei MUITO.
    O chato é que quando a gente demora para comentar não sobra muito a ser dito… mas enquanto lia fiquei seriamente tentada a mudar a segunda resposta da minha pré-entrevista :P
    Beijos e obrigada pelo post.
    Cris.

  • Wagner Fontoura

    Às vezes me sinto constrangido pela minha simplicidade (certamente herdada do meu pai – quase um legume de tão simples que era), mas depois que o perdi, a cada dia que passa sou mais parecido com ele e começo a não me sentir mais tão constrangido por isso… porque na simplicidade eu tenho encontrado respostas e soluções eficazes e talvez haja sabedoria nisso (o tempo me dirá).

    O amor, na sua simples essência, dá conta de muita coisa que a dor, de forma mais sofisticada, se incumbe de fazer no seu lugar, caso deixemos.
    Mas que falta faz a bendita cartilha do amor que não vem com a gente de fábrica e que ainda não inventamos nem implementamos em casa ou nas escolas dos nossos filhos!!!

    Ah, podem dizer: “só podia mesmo ser um homem dizendo essas coisas” – rs Homens não entendem as mulheres porque são menos desenvolvidos, mais simples – huahuahuahua

    Na impossibilidade do entendimento pleno (ou qualquer coisa que chegue perto disso), o amor talvez possa vir ao nosso socorro mútuo.

    Quem sabe? :)

  • Renan Rodrigues

    Meus parabens Gustavo, um dos melhores post que já lí

    Mais um vez você prova que entender os sentimentos de uma mulher não é um bixo de sete cabeças, exige apenas bom senso e sensibilidade suficiente de nossa parte para entede-las.Que é justamente desse afago e proteção de que uma mulher busca no perceiro, pena que nós, homens,nem sempre deciframos o momento em que ela mais precisa desse amigo quando as vezes estão perdidas dentro de si mesmas, imersas em uma relação em que pra elas, nçao parece ter mais sentido

    Esse texto porva que nosso comodo jogo de cintura, dizendo: “isso vai passar”, não é capaz de segurar uma relação, pelo contrario, deteriora ainda mais, muitas vezes, fazendo a parceira buscar um outro alguem, pois elas tem sim um motivo certo para se afastar de uma relação, do qual nós não percebemos que ja está insólita.

    Puts, falei demais, hehe =)
    Um grande abraço e até mais

  • Dudu

    Gustavo, esse post está uma pintura ! Merecia mesmo ser emoldurado e colocado numa parede. Muita coisa aí a gente desconfia, mas nunca se dá conta de forma assim tao simples e direta. Nao sou dos que erram muito, mas com certeza nao sou hipócrita de dizer que não erro. Que fique a lição de sempre buscar ser alguem melhor pras mulheres que amamos

  • B - A Vida Secreta

    Depois de ler os comentários masculinos, vejo que eu tinha razão na chamada que fiz lá no blog. “Sentimentos femininos com a tecla SAP ativada, só para os rapazes”

    Quanto a vc Gustavo, estou com uma teoria… Acho que vc deve ser como o Sylar de Heroes… (risos) Confesse, cada mulher que vc se relaciona (para não dizer “trepa”), absorve um pouquinho dos sentimentos e pensamentos dela, né não? kkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijocas,

    B.

  • Gustavo Gitti (autor)

    Dudu, que bom, cara! Menos um pra poluir o mundo com babaquices.

    B., acho que todos somos Sylar. Nossas mentes não tem barreiras. É só querer e você já está lá, dentro do outro, sentindo tudo como se fosse ele.

    Cris, sua entrevista sai em breve! Foi a maior, acho que vou dividir em 2 partes.

    Wagner, cara, assino embaixo. Mas ainda estou longe da simplicidade. Um bom lema para relacionamentos é “Keep it simple!”. Por enquanto esse blog é para aqueles que, como eu, estão patinando dentro de várias teias de confusão. Daí os vários e longos percursos para dissolver apenas alguns nós.

    Fanny, to achando que homem é tudo veado. A maioria está me enviando comments por email… Pode isso? hahaahah…

    Abração!!!

  • Ida

    Oh, Gustavo… o cara tem que ser muito macho pra ler o teu texto e reconhecer que não entende porra nenhuma de mulher – ou da própria mulher.

    Parabéns. Amei.

  • cybele

    Ida, mais uma coisa. Tem que ser muito macho pra chorar junto com a gente. Quer coisa melhor do que estar amando?
    bjs

  • sacanagem

    curti e linkei (pra meus propósitos escusos…)!

  • Ser homem não é fácil… « Sacanagem

    [...] Segundo o Fabrício Carpinejar, ser homem é diferente de ser macho… e eu tenho que dizer que concordo. Especialmente porque nunca apredemos (ou aprenderemos?) como evitar cair nos sete erros dos homens. [...]

  • Mulher Solteira

    Gustavo,
    que vergonha! Os meninos vão morrer de preguiça de ler as minhas respostas… será que é melhor dar uma enxugada?

  • Caleydoscope Eyes

    Nossa…

    Tem um filme que chama ”Alfie” que o cara acha que conhece bem as mulheres, se ainda não assistiu assista!

  • Chaparral

    Esse tipo de ideário pleiteado neste texto é muito bom para generalizar absurdos. E só.

    Se é tão difícil assim se relacionar com as mulheres ( e estas conosco) a ponto de existirem “8 regras”, então é porque há algo fora de lugar. No mínimo se abstrai que em breve começarão a pulular cursos para os árbitros – o mal de se criar leis é ter que se criar o juíz, e não é preciso ver nenhum filme para perceber isso.

  • Lilian Fernandes

    Perfeito, Gustavo! Deu vontade de imprimir e colar bem na testa do meu ex. :-)

  • Mau

    Vou ser sincero: se fosse possível resumir o comportamento das mulheres em tão poucos tópicos era só comprar um manual “Mulher para iniciantes”… rsrsrs

    Cada uma é cada uma…

  • Para homens! « Minha caixa de pandora!

    [...] CLOSER: o jogo dos 7 erros (para homens) [...]

  • Fontes

    Pessoal, por gentileza nao me crucifiquem, mas eu tenho uma opiniao diferente da maioria aqui, acredito q a relaçao entre seres humanos é complexa, mas acho q a gente sempre tenta dificultar as coisas mais ainda… é certo que existe homem que é negligente, q vive trocando a namorada ou esposa pela pelada com os amigos, mas é certo tambem que existe mulher q nao deixa o cara sair do lado dela sem fazer um escandalo, e qndo o sujeito se irrita e começa a fazer escondido e se distanciar por ela fazer questao de nao estar junto nos momentos “chatos” a “culpa é nossa”. Achei bastante interessante o post, e inclusive qndo assisti closer saí um pouco entristecido do cinema por achar o filme arrasador botando as coisas de forma tao crua pro espectador, tem horas que acontece exatamente aquilo que está sendo mostrado ali, por outro lado acho q a historia em closer nao é só sobre distanciamento dos casais etc…, trata muito mais do egoismo do ser humano qndo se fala da busca da felicidade em detrimento do que qr q seja, mesmo que tenha que passar por cima de uma pessoa que supostamente se ama. Os homens tem uma tendencia natural a tentar simplificar tudo, e as mulheres parece que o oposto, e digo isso, mesmo que pareça machista, por experiencia própria, não só pessoal, mas até hoje os relacionamentos mas felizes e sinceros q eu ja vi, que inclusive alguns vem acabando em casamento, são aqueles em que as mulheres tem comportamento notadamente com traços masculinos, seja por educaçao familiar ou traços genéticos… nao importa. É nesses relacionamentos que eu vjo as pessoas quebrarem o pau e serem cabeça dura até que o assunto esteja resolvido, e nao simplesmente esperar que o homem note toda e qlqr diferença no comportamento da sua amada e ache que isso é um prenuncio do fim. É bem verdade que nós tentamos sempre por logica nas coisas como se o amor e a paixao fosse uma ciencia exata, o que nós temos que entender é que relacionamentos obedecem a uma lógica própria onde a premissa é que as duas pessoas se entreguem e isso inclui, sinceridade e abertura de pensamentos e nao “jogos de advinhaçao”. Não sei se eu estou conseguindo ser claro… mas o que eu quero dizer, de maneira simplista, é que a coisa nao é tao complicada de forma que uma conversa seria e aberta, de armas no chao nao possa resolver, o problema é que essas conversas quando acontecem ja sao iniciadas com lados opostos, ambos na defensiva, de armas na mao e so esperando o primeiro tiro pra começar a canificina, infelizmente.

  • Luigi

    Meus parabéns pelo post ! :-)

    de fato estavam faltando comentários masculinos por aqui.

    Para as mulheres não é um grande problema lidar com tantas situações emocionais difíceis no relacionamento, mas infelizmente para nós, homens, isso é um grande problema. Não se trata de entender o que elas pensam, e sim o que nós pensamos! Antes de compreender os sentimentos e atos femininos, precisamos vencer nossas barreiras ‘machistas’, que tanto bloqueiam nossa mente.

    vou procurar racionar mais arduamente antes de me expressar pra futura namorada :-P

  • Luigi

    * raciocinar

  • Alessandro Martins

    Meu caro. Você deve ter passado o cão pra aprender essas coisas.

  • Luizinho

    Muito interessante. gostei.

  • J@de

    “Antes de compreender os sentimentos e atos femininos, precisamos vencer nossas barreiras ‘machistas’, que tanto bloqueiam nossa mente.”
    Acho que o Luigi bateu num ponto super importante, creio que essas barreiras são os piores obstáculos nos relacionamentos, quando o sujeiro consegue livrar-se delas, relacionar-se com uma mulher torna-se mais fácil, ficam os dois num nível emocionalmente mais equilibrado.
    Beijos!!

  • Elio

    A lógica feminina parece como um conjunto complexo abstrações momentâneas relativas que vêm que vão que são e ao mesmo tempo não são, enquanto que a lógica masculina é algo como um conjunto simples de fatos concretos prováveis que são porque são.

    Talvez para um homem este post seja considerado bom, interessante. Mas para uma mulher, “bom e interessante” é muito pouco, é muito vago, é muita preguiça de pensar em algo melhor pra falar, etc.

    Parabéns, Gustavo. Grande mestre!

  • Carnen

    Oi Gustavo,
    Sabe que comecei a ler os 7 erros e fui lendo um post atrás do outro e quando me dei conta já tinha passado horas e eu aqui. Realmente vc me surpreendeu ! De menininho vc não tem nada. Parece aquelas almas antigas presas num corpo de garoto. Vc transita no mundo masculino e feminino com a maior naturalidade e ainda encontra tempo para sua espiritualidade. Poxa, é de tirar o chapéu ! Muito bom mesmo. Serei leitora assídua ( criticando quando necessário para vc treinar a humildade).
    Carmen ( de domingo, sabe quem?)

  • Gustavo Gitti (autor)

    Oi Carmen! Claro que sei quem você é.

    Que surpresa!

    Ah, sim, por favor: críticas são MUITO bem-vindas. Eu só não garanto a humildade… hahahahah

    Abração e obrigado pela presença,

    Gu

  • Analú

    Gú: Queria saber que raio de curso você faz pra saber tanto a respeito da alma feminina. Você é terrível, garoto! Quem lê seus textos imagina que você jamais terá problema algum com as mulheres. Mas, como também escrevo, sei que da teoria pra prática…

    Esse post me deu uma idéia: acho que vou fazer uns posts só pra homens no meu blog, e proibir as mulheres de lerem! Capaz de assim angariar uma legião de leitoras… rsrsr…

    Recebi aquelas perguntas de leitoras suas a respeito do orgasmo, só não respondi até agora porque o tempo tá escasso, e acho que vale a pena responder com carinho. Além do que, o assunto não é tão simples assim. Mas não esqueci não, tá bom?
    Beijo!
    Analú

  • ikeda

    quem escreveu isto nao sei quem e mas vc nao entende nada de mulheres ou vc e mulher, se e mulher e pior ainda vc e exclusiva, ou sua familia do sexo feminino e assim, nem todas sao assim, ninguem conhece as mulheres, igual a musica do martinho que ja teve varias mulheres,cada uma sao de um jeito, nao tem uma regra pra nada nem um e nem oito, da licenca meu…

  • Gustavo Gitti (autor)

    Oi Ikeda,

    Quem escreveu isto aqui fui eu. E, sim, me encaixo na primeira alternativa que você ofereceu, já que não sou mulher. ;-)

    Pode deixar que vou ouvir mais Martinho da Vila, ok?

    Abração!

    Gu

  • Gisele

    Não vou repetir o que já foi dito, mas quero registrar meus parabéns: perfeito!

  • ísis

    Quero seu livroooooooooooo

    Qdo sai?

    E o lilás do blog combina muito com tudo que achei aqui: espiritualidade, profundo como a alma…

    Te adoro!!!

    mais uma fã!!

    rsrs

  • Sarah K

    Gustavo,
    que sucesso este post hein?!! Muito bom mesmo.

    Eu particularmente acho que homens e mulheres na mioria das vezes vivem desencontros em meio às suas relações, ou seja, estão juntos, se amam, desejam-se, entendem-se em alguns momentos e em muitos outros são puro desentendimento e desncontro.

    Ah, desculpa, hoje tou meio que descrente. Tou mais prá Bukowski nesse trecho:
    “- Ela amava você?

    - Somente como uma extensão de si mesma.
    (…)”

    bjs
    ;-)

  • Alessandro Martins

    Meu caro,

    andei pensando sobre este seu artigo e concluí que um homem pode e deve ser responsável por si.

    Mas não pode nem deve ser responsável por tudo.

    Portanto, em um relacionamento, ele deve ser capaz de assumir e corrigir seus erros.

    Mas seus erros não podem ser justificativa para os erros da outra ou das outras partes.

    Em nenhum dos lados, a “natureza masculina” ou a “natureza feminina”, são justificáveis para gerar mágoas em um e em outro.

    E, embora tais naturezas não possam ser apartadas de tudo aquilo que somos – homens e mulheres -, faz parte da evolução, em um bom sentido dessa palavra, tentarmos ir além dessas naturezas.

    Temo que, depois de um tempo muito longo em que as mulheres precisaram aceitar as vilezas masculinas “por que os homens são assim”, surja uma era também nada saudável em que os homens precisem aceitar as vilezas femininas “por que as mulheres são assim”.

    Antes de sermos homens e mulheres somos humanos. Devemos tentar ser humanos.

    Não quero nem mais nem menos que isso de uma parceira.

    Abraços, meu caro.

  • Cíntia

    Nao sei se diria que é um post machista, acho que tem um monte de boas idéias, e gosto especialmente quando você fala “ela quer é a sua presença” (e vocês nao querem a nossa?), mas presença assim de verdade, que olha e realmente enxerga a pessoa que tem ao lado.
    Nao sei se é só com nós mulheres que acontece isso, mas tenho a impressao é de que a correta aplicaçao das idéias depende, em grande parte (no meu caso acho que 99%) do cara entender que está diante de uma pessoa e nao de uma posse. Se o cara fizer tudo certinho só pra nao perder, a gente nota. O que faz a diferença realmente é estar presente de verdade pra identificar o que faz falta, simplesmente se importar de verdade com a pessoa. Se esse interesse genuíno (bem diferente do que existe só pra manipular,conquistar e exibir o troféu) existe acho que o resto é simplesmente conseqüência.

    Abraço e parabéns pelo post e pelo tango do outro post.

  • Tonobohn

    Gustavo,

    Só precisamos aprender a olhar através do espelho, como você acabou de fazer nesse post. E a regra não vale só para relacionamentos homem/mulher. Entender o que se passa na cabeça da outra pessoa é fundamental para qualquer relação.

    Abraço!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Ísis, o livro é invenção dos amigos. O pior é que acreditei. Será que sai em 2008?

    Cíntia, concordo com tudo o que disse.

    Alessandro, esse é um PUTA comentário rico, cara. Pois eu mesmo me faço essa crítica várias vezes (ela se aplica a outros posts aqui também). Ainda assim, eu prefiro a abordagem “sem expectativas”, sem isso de “Não quero nem mais nem menos que isso de uma parceira”.

    Há uma certa ingenuidade de acharmos que nossos erros “não podem ser justificativa para os erros da outra” pessoa. Eles são usados assim o tempo todo!!! O cara se ausenta e a mulher se sente no direito de trair. A mulher deixa de fazer algo e o cara faz com outra.

    Chega um momento da relação em que perdemos o respeito pelo outro, motivados pelas negatividades que vemos e nos geram aversão. Nesse processo, sem saber, sutilmente pisamos no outro em cada gesto nosso como namorados.

    Aqui no blog, quando falo para homens, minha postura é bem simples: lide com sua própria merda, aja e não espere nada dela. Para facilitar, aponto alguns comportamentos do masculino e outros comuns ao feminino.

    Mas eu secretamente aspiro pelo dia em que isso tudo deixará de fazer sentido. Quando superarmos esses condicionamentos que descrevo aqui (como você mencionou), esse blog todo se tornará puro lixo, totalmente descartável diante da lucidez de qualquer casal.

    O problema é que não sou otimista nem pessimista, então não consigo achar uma boa desculpa para não prosseguir com o blog. ;-) Abração e valeuzaço pelo comment, Alessandro!

    Tonobohn, tu tá lendo o blog ao lado da sua irmã? Vocês comentaram quase juntos!

    Ficou me devendo uma cerveja pela ausência naquele dia, hein? Quando paga?

  • Cybele

    Puxa vida Alessandro, acho que realmente estamos mudando de dimensão. Ler sobre alguem que diz : devemos tentar ser humanos e que aceitar as vilezas não faz parte do encontro entre dois seres,já é alentador.A mulher não precisa percorrer a estrada masculina e nem vice versa, nem caçador e nem caça.Como você citou, só humanos.
    bjs.

  • Leandro Thustoon

    Rapaz normalmente me abstenho dos comentários e normalmente só leio o que acho interessante. Entretanto, dificilmente poderia passar batido esse post.
    Parabéns, me identifiquei ali!!!

  • Textos que me fazem mudar « Mente Pensante

    [...] frequência ou que são pouco atualizados. Entre eles está(va) o Não Dois, Não Um, mas depois desse texto ele foi promovido à categoria “Leitura [...]

  • Jonathan

    Fala Gitti! Cara, sinceramente fiquei espantado com tamanha lucidez e exatidão do texto. Li outro texto seu dias atrás, que infelizmente não recordo qual foi (era sobre relacionamentos) e quase comentei o post para elogiá-lo. Depois deste texto, não poderia deixar passar a oportunidade. Parabéns!

  • Daniel

    Falar mais o quê??
    Elogios, conselhos, dicas, confetes e serpentinas( todas devidamente merecidas, deixo claro!!}.
    Sendo breve: Adorei!! Caí no site de paraquedas e agora mesmo que não volto a voar. Prefiro navegar um pouco mais pelos pelas matérias.
    Ah, já foi “favoritado”.
    Fort Abraç!

  • Desdemona doe Brown

    amei o post. nao achei machist de forma alguma, alias, achei profundo, verdadeiro e muito gentil de sua parte dividir esas liçoes, dicas ou toques como preferir, com outros homens. como mulher , sei bem q nao somos faceis de ser entendidas, mas mesmo avisando, muitos homens nao nos acreditam.
    parabens e espero q mais post como estes surjam. abraços

  • P_.

    Amei esse lugar. Amei!
    Nem vou comentar nada com muita “substancia”. Me desculpa!?
    Vou voltar à leitura de seus post.. um a um. Vou me deliciar com o que encontrei nesse mundao virtual de meu deus.

    beijos! :)

  • Não Dois, Não Um: um blog sobre relacionamentos lúcidos (para homens e mulheres)

    [...] Norah. Afinal, não basta ser um Jude Law, tem de saber conduzir. Caso contrário, você lembra o que aconteceu com ele em Closer, não? [...]

  • Gabriela Galvão

    Ei, Gustavo, voltei (e acho q o farei mais um monte).
    Am… Este post tah tipo o q gostei ontem; gostei tb.
    Ai, machista nd! E se for… da-se!!!, ‘e daih?!’!!!
    Ai, eu quero q me cortejem, q me paguem o ingresso do cinema, q me abram as portas, q me deixem sair primeiro, q subam escada atrás d mim e desçam na minha frente…
    Essas coisas aih ñ são frescuras, são coisa q homem tem q fazer, msm! E mulher tem q aceitar! D bom grado!
    Ai, graças a Deus eu tive minha fase atiradinha e mais graças a Deus ainda, ela passou!
    Eu quero ser tratada como a MULHEEEEEERRRRR q sou.
    Vou ser prolixa.
    (Pode, neh?! Preferi fazer comentário a enviar email pq tah f.ogo, viu… Qt mais meninos lerem, melhor; aff)
    Este ano eu ñ encontrei UM q ‘salvasse’, ainda. Pode ser q eu esteja virando uma velha intolerante e cheia d manias, mas desconfio d q ñ seja isso…
    Ontem eu fiquei p.asma! e escrevi um monte d coisa q ñ ficou bom (como isso) e por isso preferi dar link p/ a sua postagem.
    Suas dicas são p/ os seres q quero encontrar, mas por enquanto tenho topado c/ uns q têm q ser sacudidos; q vc tem q apertar o queixo deles e mostrar: “Eh isso, ENTENDEU??????????”.

    Ish, vou voltar, pode saber. E falar mais, mt mais.

    Abraço

  • erick

    esse saite e muito bom eu recomendo pra todos os homens

  • magda

    adoro sexo e eu faria comquaquer homemem

  • lu

    credo.. leia isso ” Sexo, casamento… às vezes uma vida se vai por uma palavra mal colocada.”.

    I’ve been there, I’ve done that.

    isto e todo o resto. q coisa!

  • Carla Matias

    Gustavo!
    Não achei nada machista… Muito pelo contrário… A grande verdade é que homens não entendem mulheres e vice-versa, com raríssimas exceções… E não se entendem porque pressionam demais, idealizam demais, e se esquecem de, simplesmente, amar demais… Nem que seja por um momento, naquele momento…
    Estou me deliciando aqui…
    Bjs

  • Flávio Souza

    Pra quem não sabe como ele compreendeu a alma feminia tão bem é só dar uma lidinha em “The way of the superior man” de David Deida, que é assumidamente uma bibliografia de Gustavo Gitti. Deida é um cara muito iluminado e no seu livro ele nos permite uma visão clara da alma feminina.

  • Gustavo Gitti (autor)

    Flávio, é isso mesmo! Quem leu David Deida sabe bem que sou um papagaio assumido dele. No post sobre meus mestres, deixo isso bem claro, com foto e tudo.

    Você, como eu, tem sorte de ter lido esse livro. Já leu INTIMATE COMMUNION? Ali está a base dele, o resto foi só desdobramento.

    Abração!!!

  • Flavio

    Muito legal Gustavo.
    Como eu disse no outro post (….”sua mulher uma puta na cama…”),um livro legal e engracado de se ler tb onde vc descobre as diferencas entre homem e mulher e’ “Porque homens fazem sexo e mulheres fazem amor” Allan & Barbara Pease.
    Recomendo porque li, dei o livro de presente pra minha prima e a fila se formou atraz dela …rsrss…o titulo em ingles e’ um pouco diferente…”Why men don’t listen and women can’t read maps” o qual tenho o original. Mas lendo a versao traduzida, e’ exatamente a mesma coisa inclusive os testes q o livro traz…
    Abracos.

  • Joane

    Machista??? Quer casar comigo? Te dou casa, comida e roupa lavada. Casa pra vc pagar, roupa pra vc lavar e comida pra vc fazer. E no fim do dia , recitar essas coisas lindas pra mim, paixão!!!!
    Tô apaixonada!!!!!! AAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIII!!! Só achei maldade lembrar da TPM, celulite…SNIF, SNIF!! huahauhauahu Mas só o post redime tudo o que vc tenha lembrado de ruim na gente!!!

    Beijos!!!! Amo seus posts!!! Sei que vc disse que não tem machismo em vc, e eu acredito. Cada um tem seu conceito sobre essa palavra e relacionamentos. Mas o fato de vc entender o que acontece com as mulheres te põe numa posição bem acima de muitos homens,e talvez até de muitas mulheres. Queremos um homem que nos entenda, mas não nos esforaçamso pra ter o contrário. Um machista só sabe sobre ele e só que permanecer na ignorância. E uma feminista acha que sabe tudo sobre homens e sobre ela. Só falta querer ser hermafrodita. Eu gosto de seus post, mas me envergonho em dizer que às vezes me perco um pouco com certos termos como paraconsistente. Vc é filosofo, me indica alguma coisa pra ler(de preferência na net, que é de graça…hehe). Eu me interesso um pouco.
    Beijos, Joane!!!
    joanefn@live.com

  • Gustavo Gitti (autor)

    Joane, vá em qualquer sebo, pegue qualquer volume da coleção OS PENSADORES (eu gosto de Espinosa, Nietzsche e Schopenhauer) e vá lendo o que achar bom. Essa coleção é EXCELENTE, usada bastante nos primeiros anos do curso de filosofia da USP. Bjo!

  • Joane

    Voltei pra me corrigir e não deixar rastros ruins.
    “”Machista??? Que nada!!! Quer casar comigo?””
    O pedido de casamento continua…
    “”Queremos um homem que nos entenda, mas não nos esforaçamso pra ter o contrário.””
    Errei feio…
    Queremos um homem que nos entenda, mas não nos esforçamos para entender!!

  • Eu!

    Que decepção, jurava que esse post achado via google tinha sido escrito por uma mulher, não sabia que tinha um homem que sabia disso, alem de mim. E mesmo sabendo disso tudo, cometo os 7 erros

  • Srta Emy

    De todo, realista!
    Pela primeira vez leio algo realmente relevante sobre mulheres!
    Beijo Malvado!
    :*

  • Cristina

    Olá Gustavo!
    Nova por aqui, e já li e admirei seu espaço de ponta a ponta.
    Esse texto já tem quase um ano e nesse exato segundo faz tanto sentido para mim. Machista? Definitivamente não. Real. Vivo um casamento conturbadíssimo, onde a solidão é mais presente do que em qualquer outro estado civil. E como você diz (e não poderia deixar de ser) outras pessoas acabam surgindo… ou melhor, nós mesmas as convidamos a entrar em nossas vidas ou as resgatamos do passado. Como pode ser tão difícil criar a “possibilidade de transformar as situações a qualquer momento”? Mas enfim… ler esse texto clareou muito as minhas idéias. Vou lavar os pratos pois foi a última vez que a pia ficou cheia!
    Grande abraço!

  • giselle

    Gitti muito bom este texto.
    Me lembrou o filme “separados pelo casamento”, onde a mulher pede que o marido compre uma quantidade x de limões e ele trás menos, ou quando ela pede ajuda para arrumar a mesa do jantar, porque eles vão receber a família, e ele fica só assistindo tv… depois quando discutem ela diz que no final das contas seria uma maneira dele demonstrar atenção e ter presença….

    Abços.

  • Carol

    Impressionada de ver aqui a tradução do q estou vivendo no meu 2º ano de casamento….

    muito bom ler vc!!!
    xeru

  • VitorinaIII

    machismo???
    realmente conseguiste ver algum indício de machismo nas tuas palavras?
    cara, como um homem consegue desnudar a alma feminina como fazes?
    com tanta delicadeza e precisão.
    acho q alguém outro já sugeriu uma hipótese com a música do chico césar.
    não desgrudei mais os olhos da tela, menino!
    parabéns de novo!
    (mas agora eu juro que vou dormir!)
    bjs.

  • Ayala

    Jamais ouvi alguém falar assim! Belo texto, belo pensamento, belo filme.

  • J. Miranda

    Eu não pude deixar de concordar com cada parágrafo e sabe qual é o pior? Os homens ainda conseguem ter o descaramento de não entender, ficarem indignados ou te achar maluca, quando depois de tudo o que você sofreu em silêncio, você vira e diz: “Eu não te amo mais.”, sendo que essas palavras são totalmente sinceras e cada célula do seu corpo tem certeza disso. Esse filme tem uma importância absurda para mim, é como se fosse uma aula de relacionamentos, me identifico muito com todas as situações as sutilezas as lições. Determinado dia quis compartilhar a experiência com um namorado, coloquei o filme, tive toda uma expectativa que ao ver tudo aquilo na tela e entendesse algo, melhor, que melhorasse nossa vida juntos. Por fim sua opinião foi: “Filme sem pé nem cabeça, sem historia, como você consegue gostar tanto?”. E assim como “Alice” chegou o dia que disse que não o amava mais e pronto. Até hoje ele não entendeu …

  • Barbara

    Não achei nada machista! Já vi mil posts em blogs femininos que trabalham a “temática de closer”, mas nenhum voltado para homens escrito por homens. Achei ótimo, parabéns pelo texto!!!

  • rômulo

    Se o Sr.Gitti fosse um HOMEM e não moleque, ele escreveria (também) o jogo dos 7 (ou mais) erros femininos…

    Aí, Gitti, valeu. Continue falando o que as menininhas querem ouvir, continue a usar a Máscara Negra da Inautenticidade. O mundo não precisa de Gustavos Gittis, precisa de HOMENS e MULHERES autênticos e honestos…

    Um abraço.

  • rômulo

    Boa noite, Carla Matias. Como vc pode exigir que nós entendamos as mulheres se vcs próprias não se entendem ? Vcs não querem homens, vcs querem um super-homem, um homem que não existe ou o Misterioso e Inautêntico Gitti…

    Tchau.

  • rômulo

    Boa noite. O que falei para a Carla vale para a Joane…

    Um abraço.

  • Joane

    Rômulo, não seja injusto. Menos ainda comigo. Pois eu defendi que mulheres querem MUITO , mas esquecem de dar.
    “”Queremos um homem que nos entenda, mas não nos esforçamos pra ser o contrário.”

    O fato de eu ter elogiado o Gustavo, não quer dizer que eu goste de ouvir só o que me convêm. Simplesmente pq o que me convêm nem sempre é bom pra mim!!

    Eu gostei do fato dele destrinchar a mente feminina. Mas ele é homem e falou para homens. Ele poderia fazer o mesmo com as mulheres, e seria de valia pra todas nós. Mas o mais certo seria que outra mulher o fizesse.

    As manias que temos que são extremamente irritantes, o fato da gente querer ajuda de vocês pra varrer um chão e logo depois desprezarmos o serviço. O fato da gente querer que vocês nos tratem como iguais, mas não podemos pagar a conta do motel pq isso é coisa de homem…
    O fato de querermos que participem ativamente da educação dos filhos, mas vira e mexe os desautorizamos- muitas vezes na frente dos mesmos.

    Temos muitas coisas a considerar sobre nós mesmas. Eu tenho tentado isso. Não sou casada, mas quando casar eu quero não cair nessas armadilhas.
    “”Ela realmente quer ver pratos limpos? Ela realmente é tão implicante? Não, ela quer cuidado, carinho e presença. Se mantiver essa postura, os pratos ficarão limpos, naturalmente.”””

    E o que dizer sobre o homem querer sair, ver um futebol,dar uma volta sozinho? Significa que ele não te ame? NÃO!! Significa que ele quer um tempo, pois está tão aborrecido (com outras coisas, não é com você), que prefere se afastar pra esfriar a cabeça. Se mostrar que respeita o espaço dele, ele volta pra você!!

    São coisas que as mulheres esquecem e e implicam À TOA….

    Por exemplo, manias que mulheres tem que são extremamente irritantes, o fato da gente querer ajuda de vocês pra varrer um chão e logo depois desprezarmos o serviço. O fato da gente querer que vocês nos tratem como iguais, mas não podemos pagar a conta do motel pq isso é coisa de homem… Temos umas coisas a considerar

  • rômulo

    Boa noite, Joane. Gostei da sua réplica. Se existissem mais mulheres como vc, conscientes e coerentes, menos relacionamentos dariam errado. O q observo há muito tempo, infelizmente, é q muitas mulheres estão inconscientes e imaturas. Muitas falam, mas não se observam, não praticam. Na prática, a teoria é diferente… Gostei do seu artigo, continue assim. Boa noite.

    Um abraço.

  • Ruben Zevallos Jr.

    Realmente tudo dentro do real… a lógica feminina é completamente diferente da nossa… e por isso sofremos

  • Stefani

    Oi Gustavo,
    Este post é antigo, mas sou nova no seu blog, por isso vou comentá-lo.
    O que li nesse post pode até ser uma experiência própria sua, de aprender com duas perdas amorosas, mas você já viu o filme “The Break up”, Separados pelo casamento, é, no meu ponto de vista, um exemplo do assunto tratado por você. Exatamente. Parece que o escritor do filme teve também uma experiencia nada agradável, e soube analisar a situação, de forma a escrevê-la e reproduzí-la em filme. Para quem não viu o filme, vejam-no. E não é só uma comédia, como diz na lateral do DVD, para mim se enquadra em um drama. E exatamente o que o Gustavo diz no texto dele, de como as mulheres ficam furiosas com os caras, dizendo que nunca mais os querem ver, e depois de alguns meses se encontram e elas o tratam como velhos amigos, sem aquela raiva toda. O filme é um ótimo exemplo do que o Gustavo está querendo dizer ai no post.
    Parabéns, pelo menos alguém está dando dicas aos homens em como serem menos “cafajestes”.

  • isabella

    adoro este texto. já li umas mil vezes…

  • flavio

    este texto e muito bom eu ja li esses texto umas 100 vezes

  • eliziza

    Realmente tudo dentro do real… a lógica feminina é completamente diferente da nossa… e por isso sofremos

  • gilmar

    ha alguns dias atrás esse texto me assustaria, hoje não.obrigado.

  • Leonardo Pires

    Fala Gustavo, tudo bom?

    Em uma tarde de sábado como está, sento para ler este post e me identifico bastante com a situação. Este texto é algo que se eu tivesse lido uns meses atrás iria me fazer sentir mais culpa ainda. Vejo que cometi todos estes erros. Peidei na farofa literalmente!

    Hoje apesar de sentir uma puta falta desta pessoa, consigo ler, sorrir e guardar tudo isso como uma lição para a minha vida. Postura de Guerreiro!

    Parabéns pelo excelente trabalho.

    Grande Abraço

    Léo

  • Aline Mendes

    De todos os textos que já li aqui (e foram muitos) esse é o mais perfeito. O que melhor traduz os “segredos” femininos. Isso deveria ser ensinado nas escolas desde o jardim de infância! :)
    Pouparia tantos desencontros e sofrimentos desnecessários!

    Ah, que maravilha quando os homens todos (ou pelo menos uma boa parte deles) conseguirem ver as mulheres assim com tanta transparência e serenidade…

    Parabéns pelo artigo! E por todos os outros que já li que que são também inspiradíssimos.

    Você consegue traduzir os homens tão bem quanto traduz as mulheres? Seria ótimo ter uma versão masculina desse texto. Será que eu sei o que os homens precisam? Ou também estou cometendo 7 erros?

  • Gustavo Gitti (autor)

    Oi Aline!

    Olha, eu não vejo tanta necessidade de “traduzir” os homens. Eu acho que as mulheres se dão muito bem até. Minhas críticas seriam ao excesso de felicidade que elas colocam nas mãos dos parceiros e a uma paciência exagerada com homens medíocres.

    Fora isso, não temos mistérios. Agradar um homem é bem fácil e vocês sabem disso.

    Na real, agradar uma mulher também, mas uma relação é muito mais do que isso, não é mesmo? ;-)

    Beijo e valeu pela presença constante ao redor do meu trabalho. Realmente fico feliz com isso. To indo agora ver teu blog.

  • Aline Mendes

    Tem razão, Gustavo, em relação às “falhas” das mulheres. É o velho complexo de Cinderela.

    E a carapuça vestiu tão bem em “paciência exagerada com homens medíocres”! Mas acho que estou inaugurando uma nova fase menos paciente e mais objetiva. :]

    E o meu blog é muito querido, mas é quase bissexto :(

    Valeu a resposta imediata!

  • A mulher e seus desconhecedores | Papo de Homem – Lifestyle Magazine

    [...] da poética feminina. Já fingi entender para conquistar, já fiz voto de nunca entender quando perdi. Hoje prefiro me deliciar, contemplar, observar, sorrir e às vezes me perder. Errar.Se é pra [...]

  • Eduardo

    Cara, parabéns!
    Esse texto descreve com riqueza de detalhes o fim do meu namoro! Já que eu não o li antes, fica a dica…

  • Giane

    Pára tudooo: como é possível?! Como vc conseguiu isso?!
    Enfim alguém conseguiu entender de maneira tão delicada, sutil e inteira como funcionamos em relacionamentos…. !!! Você diz que o texto é para homens: de acordo, porque eles realmente não sabem sobre isso, mas para nós mulheres serve para que fiquemos pasma ao nos sentirmos tão desvendadas, desnudadas assim… perfeito !

  • Pat

    Amo closer, já assisti algumas vezes e sempre noto algo novo e me vejo.É assim mesmo que sou…
    Como seria possível um homem descrever-me como você fez!?
    Fico feliz e esperançosa de que o fio da sensibilidade existe em alguns machos…rs
    Torço para que meu amado perceba esse delicado essencial, ou senão para que tudo se exploda, quando faz fazendo tudo errado.
    A própria energia em movimento..

  • Elis

    Nossa, retrato da mulher!
    Nunca vi alguém falar de forma certeira!

  • Mariana

    A primeira coisa q pensei qdo acabei de ler foi: duvido q foi um homem q escreveu! UAHSDUAHUDA
    justamente por eu ter lido, concordado, e algumas coisas até vivenciado…
    vale ressaltar: não achei nem um pouco machista, pelo contrário… parabéns, é um grande entendedor (ou aspirante a) da alma complexa feminina =P

  • Maicon

    Texto sublime e sensível sem deixar de ser macho.

  • Lucinda

    Oie Gitti

    Hoje estava aqui sem fazer nada nessa sexta sem trabalho… então me empenhei em ler varios textos seus que sempre me deixam muito feliz,
    bom tenho que te dizer que hoje não ja chorei com um outro,comentei na maoria que li, mas esse me traduziu… parece que vc me conhece … passei exatamente por isso
    “Ela vê o minuto, a hora, o dia. Você vê o mês, o ano, a década. Você diz “Anteontem foi tão bom!”, “Amanhã eu faço” ou “Mês que vem vamos viajar”. Ela sente sua ausência durante o dia e no exato momento em que discutem – enquanto você insiste em estar em outro lugar, teima em não sentir a dor junto com ela. Para você está tudo bem. Para ela, é claro que não! Assim que você percebe isso, a coisa complica. “Nossa, hoje não dá sequer para tentar nada com ela desse jeito”. O quinto erro: não ver a possibilidade de transformar as situações a qualquer momento. Por que você acha que ela se dá o trabalho de chorar e ser tão chata? Por que ela manteve o prato dela na mesa, com tudo arrumado? Por que ela não deixou só o seu e foi dormir? Você faria isso, não? Ela não quer ser chata, ela só quer a sua presença.

    Ameiii…

  • Lucinda

    Oie Gitti

    Hoje estava aqui sem fazer nada nessa sexta sem trabalho… então me empenhei em ler varios textos seus que sempre me deixam muito feliz,
    bom tenho que te dizer que hoje não ja chorei com um outro,comentei na maoria que li, mas esse me traduziu… parece que vc me conhece … passei exatamente por isso
    “Ela vê o minuto, a hora, o dia. Você vê o mês, o ano, a década. Você diz “Anteontem foi tão bom!”, “Amanhã eu faço” ou “Mês que vem vamos viajar”. Ela sente sua ausência durante o dia e no exato momento em que discutem – enquanto você insiste em estar em outro lugar, teima em não sentir a dor junto com ela. Para você está tudo bem. Para ela, é claro que não! Assim que você percebe isso, a coisa complica.

    Ameiii…

  • Hatus

    Opa fala Gustavo parabéns pelos textos…

    Eu deveria ter lido esse texto à alguns meses atrás, mas…
    Cara praticamente tudo que tem ai aconteceu comigo e eu errei, peidei na farofa como o amigo falou antes.
    Mas agora e recomeçar e acertando o maximo que puder, vamos ver se a pessoa que eu gosto muito queira deixar eu acertar tudo que estou aprendendo com ela rsr

    Abraço

  • Dinha

    Gostei desse post… bem interessante, bem realista e tenho certeza que vai ajudar muito um amigo meu! :}
    Ta de parabens pelo blog Gustavo, todos os posts que eu li foram muito interessantes e construtivos! :}

  • Sirlei

    Gustavo, voce existe mesmo..rssrsr!!??
    Descobri por acaso seu blog hj e estou adorando, vc descreve sabiamente a alma feminina.

    Parabéns

  • Duas Fridas

    [...] Uma aula sobre as mulheres, por um homem, para homens. [...]

  • Alana

    Muito bem colocado quando vc diz que amor é amor, realmente a mulher tem essa ansia do amor presente, aqui e agora. Já! rsrsrsr Aconteceu comigo… de gostar muito de alguem e essa pessoa ser indiferente, fria, fora do alcance, mesmo ele me desejando se comportava assim. Única forma de cominucação entre nós era o ciume, que vamos combinar que n indica amor e sim posse, ah! sexo também. Ai surgiu um cara bonito, inteligente, engraçado que me fazia rir de suas bobagens…rsrsrsr O conheci numa das minhas caminhadas e corrida no calçadão. Começou com um sorriso, boa noite, e assim surgiu os convites para tomar sorvete, as conversas forma ficando mais intimas e consistentes. Não deu outra, acabei me envolvendo. Eu nao firmei compromisso com ele, mas a forma que ele me tratou foi um tapa na cara. EIIII, vc é linda, gostosa, especial… tenho curiosidade em vc, tenho fascinio por vc, ver os olhos daquele cara brilhar me fez acordar, perceber o quanto eu estava me frustrando em tentar melhorar uma relação fracassada. Nao fiquei com nenhum dos dois. Estou sozinha… Mas a experiencia deixou a referencia… Um homem não tem apenas que me aceitar, tem que me admirar! Assim como o cara do calçadao me admirou.

  • Isabela

    De que planeta você veio? É maravilhoso.

  • Ralfie

    Ora, ora! Se isso é machismo, nenhuma mulher lutaria pelo tal “feminismo”! NENHUMA!
    No início do texto, vc diz que “com mulher, não se usa bloco de notas. Um único desvio de olhar para o papel e já era – diga adeus ao essencial”, mas acho que você deveria ter incluído que vale a pena apreender e repassar aos amigos, porque, o homem que assimilar o que foi exposto – muito bem, diga-se de passagem, será capaz de fazer feliz, toda e quaisquer mulher!

    Cada vez que leio seus textos, fico me perguntando se é mesmo possível que vc seja real! hahaha
    É claro, que a tendência é comparar sua forma de pensar com a do homem que vive comigo… E isso é realmente frustrante… Interpretar esse texto, por exemplo, de forma tão clara e objetiva e realizar que foi escrito por um homem é quase como acreditar em contos de fadas!

    Nunca li nada parecido… me vi em cada linha! E ao ler os comentários, percebi que não fui a única!
    Parabéns! Brilhante!

    P.S: Se ainda sim, sua amada reclamar de você, proponha a ela um tratamento de choque… eu empresto meu namorado por 1 semana e sem pedir vc em troca! hauhauhauhuahuahuahua

    Sou sua fã!

  • Aurélio

    Gustavo, você descreveu com EXATIDÃO o que tenho passado em meu relacionamento e minha forma de pensar com o desenrolar das coisas.
    Acompanho seus textos, seja no papodehomem, seja aqui, desde o início dos blogs. Sua forma de enxergar as coisas já me trouxe luz em vários momentos.
    Parabéns! Abraço!

  • Aurélio

    Obs: Cara, o texto é tão exato, mas tão exato, que até o papo da ligação para irmã, ocorre comigo!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Bizarro isso, Aurélio.

    Eu acho BIZARRO porque eu escrevi esse texto meio maluco depois de descobrir que estava sendo traído, minutos depois, sério. Em vez de ir berrar igual um bebê na cama, resolvi abrir no notepad pra ver o que saia. ;-)

  • Aurélio

    Mas nesse texto houve “influência” desse episódio? Pois o texto não me remeteu a pensar em um episódio específico como esse que rolou com você antes de escrever o texto.
    Que doidera, brother.

  • Dine

    Menino, você é raríssimo e o seu ponto de vista/entendimento também. Você deve ter tido várias encarnações como mulher (não entenda mau) pra ir tão no X da questão e falar com tanta objetividade sobre a coisa mais subjetiva do mundo. É exatamente isso e nada mais.

  • Alice Lima

    Conheci seu blog ontem, enquanto procurava as crônicas de caligaris. Adorei tudo, mergulhei em vc desde ontem e não saí mais. Encaminhei vários textos, li e reli várias coisas e que fiquei pensando, como alguém tão bonito pode conter tanto conteúdo…perdoe a liberdade, mas percebi o qto sou preconceituosa, pq realmente pensei isso…São textos lúcidos, reais, atuais, verdadeiros e engraçados, perfeitos!!!Parabéns.

  • Gabi G.

    Briliante!!! :)

    Parabéns pelo blog, teus textos são ótimos!

  • JUANESTRADA

    PRA FALAR A VERDADE EU NÃO ENTENDI NADA SÓ SEI QUE A NATALIE PORTMAN É A COISINHA MAIS LINDA QUE EU JÁ VI NA VIDA, QUE OLHOS! QUE BOCA! QUE MULHER!

  • L.

    Caaara. Só digo uma coisa: casa comigo! hehehehehe

  • Valter

    Excelente texto, parabéns! Espero que continue compartilhando esses “insights” sobre esse universo que parece tão complicado à nossa visão masculina.

  • Paulo

    Cara, estou de queixo caído…
    A única coisa que consigo dizer agora é obrigado!
    Consegui perceber que todos os meus relacionamentos acabaram ou deram errado por culpa minha, e não por loucura ou frescura da mulher como sempre achei…
    Lendo seu texto percebi coisas que demoraria uns 10, 20 anos ou talvez nunca conseguisse enxergar.
    Eu posso te dizer que nunca tratarei uma mulher da mesma maneira que antes. Vc ajudou a mudar minha vida e das mulheres que eu me envolverei.
    Tu é foda cara, parabéns!

  • Fernanda Luá

    Sinceramente cara muito boomm .. seu texto .!
    Estou de queixo caido … tem certeza que vc é homem ‘?
    Muitoo boomm’ Parabéns

    CASA COMIGOO .!

  • Larissa

    Simplesmente demais. Amei. Parabéns…

  • Deividi

    Cara, lendo esse post fiquei feliz ao lembrar que também existem as mulheres do tipo “não-mulherzinha”. A vida com este outro “tipo” de mulher e pessoa, é bem mais leve, interessante, divertida.

    É muito peso em cima do Homem. Muita regra, muita manipulação usando as artimanhas femininas (e como se sabe o homem não nasce apto a esse jogo. Como diz no próprio post). Talvez isso explique um pouco o porque da falta de homem no mercado.

    Já tive namoradas que “pegaram junto” na missão de manter viva a relação. E que já tiveram posturas mais racionais e menos emotivas que eu.

    Não estou aqui defendendo um tipo ou outro. Até porque o mesmo não agrada a todos… thank god!

    O legal é viver para experimentar, provar, se lambuzar. De resto, a vida é um perder e ganhar eterno.

  • Deividi

    Cara, lendo esse post fiquei feliz ao lembrar que também existem as mulheres do tipo “não-mulherzinha”. A vida com este outro “tipo” de mulher e pessoa, é bem mais leve, interessante, divertida.

    É muito peso em cima do Homem. Muita regra, muita manipulação usando as artimanhas femininas (e como se sabe o homem não nasce apto a esse jogo. Como diz no próprio post). Talvez isso explique um pouco o porque da falta de homem no mercado.

    Já tive namoradas que “pegaram junto” na missão de manter viva a relação. E que já tiveram posturas mais racionais e menos emotivas que eu.

    Não estou aqui defendendo um tipo ou outro. Até porque o mesmo não agrada a todos… thank god!

    O legal é viver para experimentar, provar, se lambuzar. De resto, a vida é um perder e ganhar eterno.

  • Vitor

    Bom texto cara,parabéns!
    O segredo da conquista é saber o que fazer com ela.Mulheres insatsfeitas no seu silêncio à gritar baixo,por quê?…Dia dos namorados,para onde o amiguinho leva sua namorada? MOTEL! Isso que é não entender de mulheres(anacronismo)!Assim fica fácil roubá-as de seus “donos” em plena luz do dia!.Depois não chorem companheiros sindicalizados,tragédias podem ser vestígios de instruções que foram ignoradas.Aquilo que falta em uma Mulher está escondido em um Homem!! Abraço cara e um beijo às comentaristas!

  • Pat.

    Adorei imenso tudo que escreveu neste post… Me vi em muitas situações e gostaria que algumas pessoas que conheço pudessem ler. Vou tentar enviando link do Blog que amei de paixão.

    Parabéns, moço!

  • ss

    “Eu sou esse torrencial incontido que transborda para todos os lados, se esvai, deságua para um lado, escorre para outro. Eu quero repousar em algum lugar para finalmente me juntar inteira e sentir meu tamanho. Você pode ser esse lugar? Fica comigo?”.

    essa frase server para “caracterizar” a mulher ou é uma frase de um homem para uma mulher? Lamento mas tenho dificuldade em perceber para onde se direcciona a frase :/

  • Shirley

    OMFG!
    Cara, você é um gênio!
    Minha vontade é espalhar esse texto para todos os homens do mundo.
    Te amo!

  • O anônimo

    Dou meus parabéns pelo post.

    Mas quero aqui deixar uma observação sobre a visão “determinística” do relacionamento com uma mulher.

    A verdade é, quer por meios de praticidade ou quer por meios de princípios, as dicas apresentadas acima são de muito muito valor, mas não seriam realmente algo sincero para nós, os homens, seguirem à risca tabelas, dicas, receitas para conquistar ou manter um relacionamento com uma parceira.

    Ao meu ver( posso estar errado ou certo, na verdade é relativo, neste caso) em um relacionamento, acima dos almejados acertos, temos que ter o sentimento de entrega e de amor. Os acertos vem da experiência, vem da tentativa, do auto conhecimento do casal, fator esse, chave para toda e qualquer interação entre os dois.

    Como disse anteriormente,nunca adiantará usarmos coisas já prontas para os relacionamentos, pois podem até servir, mas uma ora irá não mais servir. Usemos sim o amor, que deriva a atenção, o respeito, e todas as outras virtudes. O amor é a chave que se molda à qualquer fechadura.

    Espero ter contribuído em algo.

  • Aline

    Passei o dia lendo esse blog… amei!

  • Thais

    Gustavo,

    me dá uma dica de como fazer meu namorado ler seus textos sem que ele ache que isso é uma “indireta”, ou uma crítica!! hehehe
    Sério, queria muito que ele lesse e, mais do que isso, refletisse e tentasse me entender melhor…
    Adorei!

  • Carol

    Caralh*, que texto otimo. Só isso pra dizer.

  • Nayara

    “Nesse meio tempo, enquanto você e sua lógica esperavam, ela conheceu outro, se apaixonou e fez tudo que queria fazer com você. Para ela, o amor é sempre amor, vindo de você ou de qualquer cara. Isso faz com que ela o ame e do nada passe a odiá-lo.”
    Melhor blog do mundo!!!!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Thais, é triste quando vocês cultivam uma relação em que está banido qualquer contato direto sem que o outro caia em achismos e pensamentos neuróticos do tipo “Isso é uma indireta?” ou “Você não me ama mais, é isso?”. Porra, manda o texto para ele e diga: “Leia isso”. Pronto.

    Provoque-o na medida de sua capacidade de ser desafiado. Caso contrário, ele se sentirá fraco, impotente, humilhado. “Leia isso para me comer melhor” provavelmente seria demais. “Leia isso porque me lembrei de algumas vezes que você me comeu” seria algo mais prudente. Entende a diferença?

  • Christina

    Puta texto bacana!
    Observei que foi escrito em dezembro de 2007 e servirá para toda a vida :) Impossivel não se identificar.
    Parabéns!

  • Zato

    Aurélio/Gitti, passo pelo mesmo no meio relacionamento faz um tempo.. hahaha deveras preocupante… [os risos são só pra descontrair mesmo haha]

    De qualquer forma, excelente texto!

  • loucamente lúcida, lucidamente louca

    Gustavo…

    Quem é você ede onde veio…rsrs

    simplesmente incrivél

    Nã encontrei em nenhum texto seu qualquer frase que não fosse EXATAMENTE como é a realidade…
    Vejo a mim mesma retratada em cada palavra, a cada linha, e cada uma das fases de minha vida…

    Sinto-me menos louca ao ler essas coisas, derrepente a minha visão do assunto muda e me sinto mais louca ainda, algo que me agrada ainda mais, estar acima de toda a lucidez onde entra em prática uma nova lógica, mudo a tática…

    Constantemente decido refletir venho até aqui ler seus textos e me sinto mais leve textos que são verdades eternas desde antes de serem escritos até os doces caminhos da eternidade.

    Talvez o belo autor do sorriso contagiante não venha a ler estas palavras, mas fica aqui meu desabafo testificao por cada lagrima que derramei em função daqueles que não conhecem essas verdades…mas se todos soubessem não teria graça…a maior beleza está naquilo que não compreendemos.

    Meus sinceros PARABÉNS

  • Gabriela

    Simplesmente admirável!

  • Dora Delano

    Absurdamente lindo e verdadeiro… nunca vi ninguém descrever tão bem o sofrimento da vida a dois…

    Genial.

  • André

    Aconteceu comigo exatamente o descrito no parágrafo do sétimo erro, foram quase 8 anos, e eu correndo atrás e me perguntando “por que?” por mais de um mês. Felizmente (ou não), não vou dar tempo para ver a docilidade. Excluí a pessoa da minha vida, vou mudar de cidade, bloquei em msn, e-mail, e tudo mais.

    Com disseram, várias mulheres sensacionais passam por nossas vidas, essa foi só uma delas, e que venha a próxima, espero ter aprendido pelo menos um pouco disso tudo.

    Abraço, ótimo post

  • Roseane

    Perfeito mesmo ‘-’
    Você me conhece muito mais do que eu mesma, rs.
    Meus parabéns :}

    Ahh… o “fica comigo?” foi PERFEITO.
    Quantas vezes no meio de alguma briga eu quis escutar isso ou uma frase do tipo.
    “Não vai embora”, “cala a boca [seguido de um beijo *-*]“.
    Os anos passaram mas as mulheres continuam sonhadoras como sempre.

  • Robson Laureano

    Perfeito Gustavo, fico me perguntando que ser evoluído é esse que consegue capitalizar tantas ideias de como as coisas realmente são, e como não conseguimos enxergar o que está defronte aos nossos olhos.

    No mais, só queria agradecer pelo bem que você faz a humanidade!
    kkkk

  • aline

    olha que eu até me conheço bem, mas têm passagens desse texto qeu nem eu sabia sobre mim mesma.
    adorei :}

  • Carol

    Incrível! Meus parabéns!!!!

  • Aldione

    E incrível e até engraçado que o texto aqui postado apesar de ser voltado para homens ele possui mais comentários de mulheres e isto de como elas se identificam com esta situação, não sei aonde esta os homens que não expressam o quanto este texto e tocante, e que nos pode nos dar uma leve visão do imenso mundo da mulher…
    Este texto e escrito para nós homens, porque não expor aqui o nosso ponto de vista lógico de que todos nós erramos, e erramos feio no tocante a nós acharmos que de fato entendemos a nossa namorada ou esposa, eu sempre levo comigo este ponto de vista de um bom relacionamento que para receber amor, você deve dar amor, para receber carinho você deve dar carinho, e nisto em volve o respeito, a atenção sempre. “Fica comigo?” significa muito mais do que um beijo ou uma transa. “Eu sou esse torrencial incontido que transborda para todos os lados, se esvai, deságua para um lado, escorre para outro. Eu quero repousar em algum lugar para finalmente me juntar inteira e sentir meu tamanho. Você pode ser esse lugar? Fica comigo?”. Eu errei de mais, e aprendi e estou aprendendo mais e mais.
    Sou homem tenho 27 anos, e confesso que através deste texto o meu respeito, atenção, carinho, admiração e muito mais, por todas as mulheres, contem na certeza que foram aprimorados.
    Obrigado Gustavo, eu irei recomendar a meus amigos. E como muitas mulheres se identificaram com o texto irei recomendar para as minhas amigas porque não.
    Mais uma vez obrigado.

  • Cleyton

    Se mais alguém tem a mesma opinião da Aldione: é preciso muita coragem para um homem comentar aqui. Já vi esse texto umas vinte vezes e ele é forte demais. Pega a gente pelo pescoço e torce sem dó.

    Não é o texto, não são as palavras, é o sentimento que vem junto. A energia do post. Impossível ler isso e não arrepiar tudo a cada identificação com os erros. Impossível.

    Só resta torcer para que, entre furacões, tsunamis e terremotos, nós homens possamos lembrar de pelo menos um pouco disso aqui.

  • Fernando

    Sensacional. E as considerações finais foi a melhor parte! hahahahaha

    Palmas!

  • Guilherme

    <<>>

  • Monica

    Interessante como essa vida é louca! Enquanto eu sofria em um relacionamento como o descrito acima, alguém escrevia sobre EXATAMENTE o que eu estava vivendo. Terminei esse relacionameto de 7 anos em Janeiro de 2008, e só após meu ex me perder ele se tocou de que me amava, até hj ele lamenta. Detesto ter que dizer isso, mas é a verdade. Li e gostei muito, chorei, e, que bom que existam pessoas como vc Gustavo. Como um ser romantico que sou, isso me faz acreditar que ainda há pessoas maravilhosas e que podem contribuir com algo bom no mundo.

  • karol

    Cara e eu que pensava que escrevia bem com meus poemas tão pessoais e ao mesmo tempo confusos e cheio de metáforas.Admiro muito os seus textos muito bons.Você adota nenhuma teoria e ao mesmo tempo todas elas.Escrever demais perde o interesse do elogio ,é só isso.Parabens pelo blog e boa sorte.