Beijo e sexo são coisas que não existem

por Gustavo Gitti 29 março 2009 180 comentários

Ela na ponta dos pés. Ele avançando o peito. Ela sem entender como ele imobilizou suas duas mãos com apenas um braço. Ele pressionando o abdômen, colando as pernas, travando o pescoço, puxando o cabelo. Ela asfixiada, querendo ao mesmo tempo fugir e ser pega. O que fazem suas bocas, línguas e lábios, isso não importa.

Onde começa o beijo? Quando os lábios se tocam ou quando os pés se levantam? Em que ponto o sexo acaba? Quando ele joga a camisinha no lixo do banheiro ou quando se despedem após o café da manhã? Em qual momento o beijo vira sexo? Eles ficaram ou eles transaram? Se há penetração, é esse o critério? E o sexo oral? É um beijo mais interessante, um melhor uso da boca, ou apenas uma preliminar ao sexo?

Infelizmente não são apenas os adolescentes que pensam sob tais categorizações. Muitos homens encaram suas relações como se fossem moleques aprendendo a beijar. Eles colocam fronteiras e depois, claro, tem dificuldade de ultrapassá-las. Primeiro o beijo, depois tocar o corpo inteiro, depois o sexo. Por imaginar um momento distinto para o beijo, ficam ansiosos (“Qual o melhor momento para avançar?”). Porque supõe que o sexo começa e termina, não sabem o que fazer quando brocham.

O melhor beijo é aquele que não se beija

Às vezes o homem (ou a mulher) quer beijar, mostrar serviço, exibir aquela técnica tailandesa de chupar a língua que leu há anos em um artigo sobre 9 tipos de beijo. Ele quer fazer algo. Antes, porém, ele espera o momento e se move em direção ao beijo. Sua ansiedade o impede de experimentar várias possibilidades. Por exemplo, o que aconteceria se agisse como se o beijo já tivesse acontecido? Ou, se no momento certo para o beijo, não beijasse e seguisse se relacionando noite adentro?

Quem já entendeu que beijo é uma coisa que não existe deixa a energia subir e sempre se surpreende quando o beijo acontece. No primeiro encontro, uma peça de teatro no SESC Avenida Paulista e depois uma longa conversa no Paris 6. No segundo, samba de gafieira, salsa, bolero e forró no Buena Vista Club. A noite inteira colados, suando juntos, às vezes com os lábios a 2 centímetros, mas nenhum beijo. No terceiro encontro, chegam no apartamento dele depois de algumas horas no bar Anhanguera. Quando o beijo acontece, ambos sabem que aquilo que não é um beijo. Ora, beijo seria se tivesse acontecido no segundo encontro. Agora é tarde demais…

O melhor beijo é o que se improvisa quando duas bocas param entreabertas a mílimetros de distância. Beijo respirado. Línguas, lábios e dentes… não. Dos pés aos cabelos, nós beijamos mesmo é com o corpo todo.

O melhor sexo é aquele que não começa

Já vimos que a melhor cantada é transparente: a mulher nunca consegue apontá-la ou localizá-la e por isso não há como se defender. Ela não desconfia que, enquanto ele a corteja, está jogando o jogo mais sujo de todos – fruto da perfeita união entre o homem gentil e o cafajeste. Em vez de se restringir a uma frase, a noite inteira é sua cantada.

Assim como o bom xaveco é invisível, não planejado, assim como um beijo gostoso não se beija, o melhor sexo é aquele que nunca começa e por isso é, desde o primeiro olhar, inevitável.

Ela aceita o jantar e mesmo depois de anos nunca consegue entender como foi parar de pernas para o alto na cama dele. “She didn’t know what hit her”. Ele também: agora, suado, sem roupa, mantém a mesma calma que o acompanhou no restaurante. Durante toda a conversa, ele não parou de conduzi-la, atravessá-la, penetrá-la. Quando colocou a camisinha, não foi diferente.

Aliás, o uso de preservativos talvez seja o principal responsável por acreditarmos que o sexo tenha um começo e um fim:

“O mais extraordinário instrumento de controle sobre a vida sexual foi produzido pela Aids, e isso é uma coisa que se fala muito raramente. Tudo bem, camisinha é legal e obrigatório, por mais que o Papa ache que não. O problema é que a maneira de transar mudou completamente. Com camisinha, primeiro você tem que ter uma ereção, depois coloca, depois penetra, depois tem que ficar até gozar, depois tira e joga fora e aí acabou e cada um vai tomar banho. Mas antes disso transar era ficar ali por 20 minutos, pára, bate um papo, toma um café, se beija, se chupa, explora… era uma dinâmica completamente diferente. A relação com o corpo do outro era completamente diferente. As relações sexuais se tornaram caretas e pragmáticas.” –Contardo Calligaris

É por isso que atualmente os bons amantes, quando não abandonam a camisinha de vez, gastam três, quatro, cinco camisinhas por noite de sexo. Uma massagem, alguns beijos, uma sessão de penetração, água, mais alguns toques, os dois se chupam, outra sessão de penetração, mais água, um breve cochilo, damascos, mais penetração… E as embalagens de camisinha vão se espalhando pelo chão.

O sexo acaba quando paramos por um copo de água? Damascos tem o poder de interromper o coito? Massagem é preliminar? Mas e se eu uso uma extensão do meu corpo para massagear dentro do corpo dela? “Não faça sexo sem camisinha”, dizem algumas campanhas. Como não? Quem falou que o sexo se reduz à penetração?

O que então existe? (para homens)

Você pode passar a noite toda a setenta ou a dois centímetros de distância. Você pode colocar sua língua dentro da boca dela. Você pode tirar a roupa ou não tirar nada. Pode fazer sexo anal ou apenas massageá-la. O que importa é que você se relaciona com ela. Em vez beijo e sexo, há incontáveis modos de relacionamento, interfaces de contato, profundidades de toque.

Pegá-la no colo, beijá-la na boca, bater na cara, conversar, massagear, fazer um 69 em pé, penetrá-la por trás, acariciá-la, respirá-la, lamber seu suor, escrever para ela… É tudo a mesma coisa! Se colocar fronteiras entre olhar, conversar, tocar, beijar e transar, vai ter de ultrapassá-las uma a uma, de modo previsível. Se não enxergar fronteiras, nem ela nem você vai entender como foram parar nessa posição exótica no chão da sala.

Inspire o ar pela boca quando for beijá-la. Puxe lentamente como se quisesse respirá-la para dentro. Não foque a boca dela, relacione-se com ela inteira. Em vez de tentar fazer algo com os lábios e a língua, mova todo o corpo. O beijo acontece por si só. E, quando acontece, ele nunca é um beijo.

Para transar, não use o corpo, penetre o quarto inteiro. Você ouve “Stop this train”, sente o cheiro de baunilha que ficou da barra de massagem, agarra o quadril dela, olha para a janela aberta e mete em tudo isso. Movimenta, invade, faz tremer. De alguma forma, na sua mente, pelos seus cinco sentidos, pelos cinco sentidos dela, a cidade inteira goza.

Por fim, não estranhe se ela também não souber o que acabou de acontecer:

“Nossa, o que foi isso?”

Blog Widget by LinkWithin

Para transformar nossas relações

Há algum tempo parei de escrever no Não2Não1 e comecei a agir de modo mais coletivo, visando transformações mais efetivas e mais a longo prazo. Para aprofundar nosso desenvolvimento em qualquer âmbito da vida (corpo, mente, relacionamentos, trabalho...), abrimos um espaço que oferece artigos de visão, práticas e treinamentos sugeridos, encontros presenciais e um fórum online com conversas diárias. Você está convidado.



Receba o próximo texto

180 comentários »

  • Rodrigo

    As pessoas tendem a acreditar que um relacionamento só inicia realmente após o beijo, e que um relacionamento dito “sério”, só inicia realmente após o sexo. Se beijo e sexo não existem, isso deixa de fazer sentido.
    Um relacionamento pode iniciar após um pulo dela nos seus braços com um abraço apertado (e suado), ou após um sorriso depois de um dia na praia com ela.
    Um relacionamento sério pode iniciar após um olhar demorado ao final de um filme, ou após uma sessão de forró/salsa/samba de gafieira/bolero com os corpos colados (e suados).
    Por que se prender a meter algo em duas ou três partes do corpo dela para definir um relacionamento, se, no final, é com ela por inteiro que a gente se diverte e tudo mais se desenvolve?

  • Que prazer ser a primeira a comentar esse lindo texto.
    estava a dias entrando incontrolavelmente no Não2Não1 e esperando uma nova surpresa escrita, e essa foi melhor do que minha mente aguardava!
    A melhor descrição da melhor coisa já “inventada”, se relacionar em todos os sentidos com alguem…
    parabéns como sempre
    beijos

  • Queen T

    As pessoas tendem e me crucificar qd digo que jogos são vitais para o relacionamento, só que não falo do jogo de se “fazer” como a maioria entende o jogo da sedução, falo do jogo de gato e rato, prender e soltar, agarrar e soltar.

    abç,

    Tessa.

  • Kamila

    Conheci o blog não tem muito tempo, e desde então entro aqui quase todos os dias. Seus textos são ótimos, poéticos, lindos! Parabéns pelo lindo trabalho.
    Beijos.

  • Dani

    Faço minhas tuas palavras.
    Não entendo porque as pessoas adoram criar rótulos e determinar quando começa ou termina isso ou aquilo.
    Parabéns pelo texto.
    Beijos pra ti!

    *Jonh Mayer – tem bom gosto, hein!?

  • Lívia Borges

    “fazer um 69 em pé”. Esse deve ser difícil hein…

  • Juliana

    Nussaa…
    faz tempo q ñ vizito o blog por falta completa de tempo, tenho lido somente pelos email e admito que a cada port vc tem se superado.
    Esse ultimo agopra então me deixou a pensar realmente q beijo e sexo tem muito mais do q se espera ou imagina, nem sempre se começa sexo c bjo, como tb nem tdo bjo leva a sexo, mas uma coisa é garantida, o sentimento do acontecido marca, mesmo q ñ seja tdo aquilo esperado.

    E como diz Queen T, nada melhor q o “ogo do rato e gato”p/ deixar tdo mais excitante.São como palavras jogadas e imaginadas antes de algo ter sido concretizado.

    Bjo e sucesso!!!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Lívia, basta o cara ser mais alto que ela e conseguir levantá-la e segurá-la ao contrário numa boa.

    No entanto, é uma posição insustentável. A cabeça dela dói depois de 1 minuto ou 2. Aí basta o cara deitar de costas, sem desmanchar o encaixe, e continuar.

    Diversão garantida.

    Dani, o John Mayer teve a Jennifer Aniston por um tempo. Tenho muito o que aprender com ele! hahahah Mas, sério: ainda que os primeiros sejam meio infantis, CONTINUUM é um álbum essencial. Ouço direto ultimamente.

  • Brena

    Maravilhoso …. Já li três vezes.. hehehe.. Bjão..

  • Daniela Slindvain

    Gustavo,
    Você é ótimooooooooo… Texto atual e bem abordado. AMEI!!!
    Creio que o “beijo” já começa num simples olhar, um sorriso, o som de uma risada, um perfume,um bom papo e por ai vai… ADORO o ato de beijar!!! Principalmente se o beijo causar aquele desejo gostoso de quero maisssss…
    Beijos… Dani

  • - Sex Drops | Sobre blogs eróticos, beijos, mamilos e sexo | A Vida Secreta - A Biografia Secreta de Todos Nós

    [...] Gustavo Gitti está com mais um texto delicioso de ler e compartilhar com o amado. O tema? Beijo e Sexo. Ou seria a inexistência dos dois? Só [...]

  • Dani

    Gustavo,
    não acredito que tenhas o que aprender com o Jonh, caso contrário estaria com a Jennifer Aniston até hoje (risos).
    Quanto a música, concordo plenamente … CONTINUUM é essencial!

    Beijos pra ti e uma ótima semana!

  • núbia

    hmmm.. que perfeito!

    Por vezes, achei q todas as características relacionadas no post, vinham com a idade, ou a maturidade, mas percebi que ela não influencia em gostar de compartilhar prazer, e sexo, nada mais é que dar, e por consequência, receber.

    Beijos

  • Nati

    Simplesmente maravilhoso seu texto.

    Imaginação foi longe.
    Suas palavras sintetizam mutio bem as sensações…

    Lindo..

    “É Verdade!!” foi a frase predominante em minha mente, enquanto lia o texto.

    Beijo

  • Daniele Franco

    Belíssimo Post….bom saber q alguns homens ainda pensam assim e sentem assim!!! :)

  • Daniel

    Mto bom ler isso ontem, depois deste final de semana.

    O que Contardo diz sobre o efeito do uso da camisinha tem tudo a ver mesmo. Mesmo que a humanidade tenha usado formas diferentes de camisinha por quase toda existência, foi depois da AIDS que a ‘medicina’ fez com que as transas ficassem “caretas e pragmáticas”.

    E pro pragmatismo ficar menos preto-e-branco, menos pragmático é melhor fazer mais caretas antes, durante e depois. Erótica é a vida.

    Vai aí uma dica pra ilustrar o final do post:
    http://www.youtube.com/watch?v=I-pTWCarCwc

  • Letícia

    Nem tudo na vida precisa mesmo de começo, meio e fim!
    Adorei! ;)

  • Dani

    Beijo e sexo podem ser coisas que não existem… mas como inspiram!!

    Lindas palavras!! Parabéns!!

  • Dani

    Beijo e sexo podem ser coisas que não existem… mas como inspiram!!

    Lindas palavras!! Parabéns!!

  • Marcus

    É interessante observar que as nossas próprias barreiras podem nos deixar frustrados quando não são ultrapassadas. E agora reparo o quanto é “pequeno” deixar que estas frustrações ofusquem uma noite inteira de beijos e sexo “inexistentes”.

    mais uma para as lições aprendidas.
    :)

  • leandro

    Muito bom, seus textos abrem minha mente, acho que relacionamentos naum precisam de beijo ou sexo para serem importantes, mas acredito que a horas que chamam isso em todos os sentidos, e por isso agente sempre tem que estar atento, pois são nessas horas que o beijo e o sexo valem a pena.

    Parece que o mundo parou e falou “e agora, mete aquele chupão e a aperte na parede” ….

    Concorda gustavo ou to enganado?

  • Lara

    e.. voltou com tudo Gustavo!!

    Lindo e inspirador mesmo esse texto. Mas tem tbm outro prisma: qdo o mundo pára naquele beijo: o ruído, os barulhos do mundo, as pessoas em volta.. nada disso existe.
    Você É o beijo naquele momento: a textura da língua, o roçar dela com a sua, o sabor, a temperatura, os movimentos, a sincronia na respiração, vc sente o coração do outro ao tocar o seu pescoço, a carícia do lado externo da boca que parece preceder o fim, mas que inicia tudo de novo. Quando você abre o olho e sai daquela sintonia (ou vive à partir dela, agora) não parece que só existiu vida ali, naquele pedacinho de mundo fechado e úmido? Algo centrípeto mesmo.

    O beijo com o corpo todo acontece naturalmente, acredito. Não é algo que se pense: “vou beijar me relacionando com o corpo, com a pessoa por completo, com a música de fundo, com a temperatura do local”. Dependendo da sua disposição e cumplicidade amorosa com a pessoa, vc vai mais ou menos além nisso.
    Experimenta beijar sem mover um só musculo do corpo a não ser os que movimentam a boca e língua…limita beeem.
    grd abç!!

  • Ana / Roccana

    Adorei!!

    (Fiz uma colagem em cima do teu texto e linkei no meu blog!)

  • Anna

    Maravilhoso!!!
    Barbaro, pena que nem todas as pessoas irao ler. Fantastico!!! Grandes verdades!!
    Como seria maravilhoso se as pessoas percebessem a vida dessa forma.

  • Lu

    UAU!!!

    Isso é fundamental: NÃO APENAS FAZER: SER!!!

    Ser beijo, ser sexo, ser tudo, ser vc e ser o outro…

    Continuum…

    Abraços

    Lu

  • Gustavo Gitti (autor)

    Lara,

    “O beijo com o corpo todo acontece naturalmente, acredito.”

    Com certeza. No texto, eu só DESCREVI brevemente isso. Em nenhum momento, acho, disse que “deve” ser assim.

    A minha crítica é direcionada a alguns homens (uns que vejo nos primeiros relatos da Cabana PdH, outros que me escrevem e até uns amigos) que realmente encaram a coisa toda cheia de fronteiras.

    Primeiro problema: eles não conseguem ir além do beijo sem antes dar o beijo. Aí o beijo limita porque de algum modo dispersa a energia de atração antes mesmo de deixá-la crescer.

    Segundo problema: por ser visto como algo à parte, o sexo não é feito como uma continuação da noite, e muitas vezes o lance dura uns 20 ou 30 minutos (ele logo ejacula), em vez de 4 ou 5 horas.

    Terceiro problema: muitos homens são muito cerebrais, não respiram com o corpo todo, não relaxam, então não conseguem deixar o corpo com 100% de potência, avançando com fúria mansa. Pelo que ouço, muitos simplesmente “não dão conta” da entrega feminina. Elas dão e eles não pegam, sabe?

  • dani

    Adorei!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Aos homens: estou aproveitando ensaios como esse para indicar locais para vocês levarem suas damas (todos testados, aprovados e linkados). Neste post tem 3 deles.

    Na Cabana PapodeHomem temos um espaço só para isso (locais em várias capitais brasileiras). Aqui os posts nos quais indico locais estão reunidos na seguinte categoria:

    http://nao2nao1.com.br/category/lugares-para-ir-a-dois/

  • Renato

    muito bom gustavo, o texto me deixou a vontade de compartilhar um pensamento, ja que nao tenho mtos amigos q nao “se ligam” nessas sutilezas mais ou menos filosoficas.
    beijo é sexo, beijo é o próprio exercício do sexo em sí, so que de uma forma menos “exploratória”,às vezes, qndo uma pessoa beija, no momento do beijo ela nao quer só beijo, mais se limita só a isso.
    e se formos pensar o porquê disso, qse certo que chegaremos à influência da mídia e do tão comemorado mundo globalizado, que nao nos deixa prestar atenção nos detalhes mais sutis dos relacionamentos, como a respiração e a movimentação de pés/braços e até de um silêncio, quer por vezes nao é so por falta de assunto, que diz MUITO e nao é explorada como deveria em um relacionamento
    assim penso que a melhor forma de se relacionar com outra pessoa no máximo proveito é se desligando da mídia, lendo jornais livros (que lidam mais com descrições subjetivas), isso certamente irá torna-lo uma pessoa mais social e não tão individualista (o que muitas vezes causa desastres em relações interpessoais)

    fugi um pouco do assunto né ? isso acontece qndo eu tiro uma soneca à tarde, desculpe

  • Priscilla

    Fiquei surpresa em como conseguiu achar palavras … mais ainda vindo de um homem, já que a maioria é machista e só pensa na penetração enquanto sexo. Parabéns!!

  • Priscilla

    Gustavo,
    É a primeira vez que visito seu blog..
    Simplesmente achei d+ o post acima…. vou ler alguns outros por aki..

    Acredito que beijo e sexo, na sentido literal mesmo.. só acontecem e quando acontecem quando a entrega dos participantes é integral, sem medos, frustações, espera do outro…
    É preciso estar em sintonia e com total cumplicidade com o outro e com a gente mesmo. Ser donos de si e suas ações…. São estes gestos involuntários que determinan o sucesso ou o fracasso.. dos beijos, da transa… ou até do amor em si.

    Sucesso
    Vou voltar mais vezes… com certeza!

  • RenanLopes

    Acho que você tem problemas… por isso escreveu essas coisas.

  • Daniel Gontijo

    Eu sempre desconfiei dessas coisas!

  • Daniel Gontijo

    Bom, quero dizer que isso já passou pela minha cabeça! — e corpo!

  • L1

    Que texto chato! infinitamente longo e diz o que todo mundo já sabe.

  • Fenrir

    Seu texto está na contramão da realidade.

    Em todas as esferas, procura-se cada vez mais tornar a interação entre pessoas o mais impessoal possível. São muitos os que se dão conta do quão distantes estão mesmo das pessoas mais próximas a si, isolados na multidão amorfa.

    Um exemplo da consequência? Certas pessoas dedicando mais afeto a “coisas” inanimadas do que a seus pares.

    E só vai piorar… Ou melhorar, dependendo do seu ponto de vista.

    Eu sou a favor. Que chegue a matrix!

  • adriana

    SIMPLESMENTE MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!! CONCORDO PLENAMENTE……….

  • Mariano

    É incrivel como algumas pesoas fantasiam o momento, mas são incapases de vivelo plenamente. Já tive minhas decepições, visto que as mulheres no meu caso e homens no caso das mulheres,não são capases de naturalidade,de agirem como crianças bobas brincando uma com a outra, de por um momento ser realmente elas mesmas.

  • Myl

    Delícia! adorei o texto…

  • Monique

    UAU! Tudo o que eu sempre pensei sobre relacionamento, agora não apenas em pensamentos, mas em palavras…

  • joao

    Nem li todo, achei muito non-sense. Tipo de coisa que lemos naquelas revistas de fofoca. Muito feminista e, notavelmente, pouco esclarecedor. Achei que quem escreveu encheu de mais linguiça, procurou criar expectativas, estabelecer audiência, mas comigo não logrou, falou pouca coisa substancial(ps:. não li apenas a última parte do artigo). Mas é um bom exercício de leitura para as mocinhas ociosas.

  • heidi

    Ola! sucesso a vc. E foi interessante a sua explanacao pois os pensamentos viajam e, como sou romantica, tudo se resume num olhar sedutor, o toque, a conquista, o cavalheirismo ainda impera, o carinho, … enfim p se chegar ao beijo e sentir um choque por todo o corpo e simplemente maravilhoso. E se o beijo e bom, o restante tb o e.E tudo e consequencia p se chegar ao amor. E pelo sentimento vivido neste momento de extase e paixao o climax avanca pelo Universo. E isso e divino.

  • Renan

    Gustavo, este texto caiu como uma luva.!

    Quinta feira irei sair com uma linda mulher e alguns amigos me deram o péssimo conselho de já sair beijando, este texto fortifica mais minha tese de NAO fazer isso, vou para observa-la, entende-la, saber tudo dela, senti-la sem nem encosta-la, etc… Quero beija-la sem toca-la pq qndo toca-la sei que será ainda mais sublime!…
    Este texto é uma obra-prima para ter “uma noite” inexplicavél.
    Você tem um domínio do portugues como poucos e isso faz toda diferença nos seus posts, pois, com as palavras certas o texto entra na gente, nos absorve.!

    Tu é foda pra caralho!
    Abraços.

  • Vânia Viana

    Gente!!!
    Que HOMEM é esse?

    Perdi até os sentidos…

  • Denise

    AdOrei o seu texto… muitO bOm mesmO!
    Tudo isto é verdade… acho que os homens deviam passar a ler mais sobre estes artigos, assim saberiam no que se resume um bom namoro, não deixar cair na rotina!

    Ps: aquela foto e a frase são perfeitas…

    BjO!

  • Lilian

    Não conhecia esse cantinho tão gostoso, agora virei todos os dias. Você é ótimo! Olha como essa cena combina com o seu post:
    http://www.youtube.com/watch?v=CZEwX6Gl2QI

  • Shi

    Amei o texto, escrito com naturalidade, assim como o sexo dve ser …
    maravilhoso

  • Lo

    Perfeito

  • Lulu

    Puro exercício de emoção…
    A flor da pele !

  • Ronaldo Costa

    Quando o tema em discussão é sexo e principalmente metodologia de relacionamento eu sempre fico de orelha em pé para certas atitudes que parecem ignorar que tal assunto é do âmbito da biologia e não da pretensa poesia. Que me perdoem os assexuados, os que tem mal hálito cronico e por isso evitam o beijo e principalmente aqueles e tambem aquelas que por condicionamentos normalmente oriundos de uma criação castradora tem verdadeiro pavor de contato físico e que sem coragem de assumir isso publicamente pela carga de desconfiança que tal atitude desperta na maioria das pessoas adoram qualquer arauto de “novas” posturas nas quais possam respaldar suas limitações.
    Sugiro aos que gostaram das idéias s e n s a c i o n a i s expostas no artigo, que providenciem rapidamente sua “saida do armário” pois as atitudes sugeridas constituem em termos de relacionamento heterosexual, no mínimo um desvio de conduta. De minha parte pretendo continuar beijando muuuuito e gastando tooooda minha energia em sexo.

  • Pablito

    Não sei como alguns não gostam de ler

    Um texto assim parece que força vc ler até o final…

  • Renatinha

    Que lindo esse texto. Ameeeeeei!

  • Joana

    Lindo saber que foi escrito tão brilhantemente por um Homem…O H maiúsculo é proposital… Gostaria de encontrar mais textos do nível acima…Que os Homens tirem proveito do que lerem aqui.Bjs Joana

  • Fabricio

    Lindo texto sobre a paixão…
    Uma coisa que as pessoas não sabem mais fazer… (com excessão do sexo…)
    quem dirá amar…

  • Erick

    Não sei como uma pessoa pode viajar tanto na maionese!
    Concordo que não há necessidade de seguir um roteiro e que se deve ter criatividade buscando satisfação sexual de ambos.
    Porém, a sociedade está completamente pervertida. Deus deixou descrito na Bíblia o objetivo do sexo: Satisfação (Prazer) e reprodução.
    A única forma de se obter o resultado (de ambas coisas) que Deus espera (Prazer e repodução) é através do sexo vaginal. Com o sexo anal não é possível engravidar e ter prazer ao mesmo tempo.
    Sabemos que não podemos sair colocando um ser humano no mundo a cada ano, por isso fazemos uso de anti-concepcional. Mas não podemos esquecer de que o que Deus aprova para um casal, na cama, é o sexo vaginal por ser a única forma de atingir o objetivo completo, designado por Ele, e sem depreciar algo tão santo!
    Ânus nao é entrada… é saída.
    Sexo oral deveria ser por palavras, expressão do profundo amor.
    A vagina possui pH ácido (da química: potencial hidrogeniônico), ou seja, o pH é menor que 7, mas não tanto menor que 7. É assim para proteger a saúde da mulher, pois a vagina é um órgão interno e qualquer infecção pode colocar a vida da mulher em grande risco. (Obs.: a boca possui grandes quantidades de bactérias)
    O esperma, possui pH maior que 7, ou seja, alcalino.
    Da química: ÁCIDO + ALCALINO formam uma reação de neutralização que permite que o espermatozóide siga numa grande aventura, a saber a formação de um ser humano que é um Dom de Deus.

    Se você se interessou por esse assunto procure se informar numa Igreja Adventista do Sétimo Dia sobre Curso de Noivos e Encontros de Casais. São ministradas excelentes palestras sobre o assunto.
    Procure desfrutar por completo do sexo, da forma que Deus instituiu… Ele nos criou, Ele sabe a melhor forma de obter prazer!

    Ah, lembrem-se casamento é vitalício… divórcio somente em caso de adultério! Faça sua esposa feliz, proporcione à ela o que tem de melhor no sexo.

    Lembre-se de se informar sobre o assunto, já falei onde encontrar ajuda e/ou orientações!

  • luciana

    O meu marido quando tem relacao comigo nunca me beija e isso ja tem 6 anos, quando ele bebe alem da conta,ou fazemos sexo oral, ai ele me beija.e temos relacao todos os dias, literalmente sem beijos,mas eu sinto falta de beijos, mas ele nao gosta de bjos,somente ele gosta do sexo em si.

  • Steve Mcqueen

    Gostei muito da histórinha de como se chega lá…enfim,o que ouço sempre após o joguete da conquista e que termina sempre em um começo de um beijo é: Nossa!!!Como vc beija bem!!!Creio que sou bom mesmo e minha melhor qualidade é a modestia.Bjão à todas…

  • renivaldo

    novo neste espaço, grata surpresa encontro… cara, disse tudo! Se sexo e beijo se resumissem apenas a penetração e o encontro doa lábios estaríamos esperdiçando a inteligênica divina que nos foi dada… parabéns, grande texto.

  • Dorgal Xavier

    Porra que papo fulero esse?!?!?Sexo é sexo caceta!!!

  • Alberto "Beto" Nannini

    Gustavo:

    Considero-me um leitor crítico e exigente, tb por conta das referências q tenho.
    Isto posto, posso dizer q achei o texto FORMIDÁVEL. Li algumas críticas aqui q me pareceram totalmente despropositadas, ainda q devam ser respeitadas tb. Típicas de quem não “pegou” o texto (ou de inveja…).
    A pretensos escritores, como eu, este tipo de texto dá duas sensações contraditórias: uma alegria ao ver expresso aquilo q se conhece (ou q se imagina conhecer…), para q possa ser por outros conhecido, e uma tristeza, por não ter sido o autor (tenho certeza q vc entende e releva este pecadilho! É a tal inveja q critiquei acima, se bem q com outra dosagem), e tb por ver aquilo q se conhece, exposto… (Ei!, eu disse que era contraditório!) Éstranho, algo como aquela pequena banda maravilhosa q conhecemos, de repente “estoura” e vira moda.
    Parabéns pelo texto, e mais ainda pela postura imprescindível q te possibilitou escrevê-lo.
    Bom para nós, se eu puder me incluir nisso, é qdo achamos com quem dividir estas opiniões, na prática.
    Não somos muitos, mas fazemos barulho, para quem ouve.
    Virei seu leitor!
    Até mais ler!

  • Lorena

    Nossa, Gustavo… é a primeira vez que visito o seu blog e adorei a forma como aborda os temas. Acho que conquistou uma fã! rsssss

    Bjs!

  • Bia

    Mas tinha que ter alguem falando de igreja. Nada a ver seu comentario.
    Ao que parece, você só faz o básico. Tenho pena de sua esposa, ou futura esposa, seja o que for.
    Falando a lingua que voce entende: se o casal sente prazer com o sexo oral, anal, ou com qualquer outra parte do corpo, é pq Deus deu esse prazer. Entao por nao usufrui-lo?!?
    E mais uma coisa: sexo com palavras é sexo verbal, ok? Que aliás é também bem legal. Tente pelo menos uma vez.

    Belo texto.

  • Rosa

    Acho que o texto diz tudo aquilo que nós mulheres estamos cansadas de saber, desejamos dos homens, mas eles pouco se importam, salvo as excessões, graças a Deus…
    Muitos leram o texto, “passaram a vista”, mas não entenderam o que ele tem a dizer…
    Em momento algum vejo que o beijo e o sexo não são permitidos, mas que não começa assim…
    As sensações anteriores são maravilhosas!!!
    A ansiedade do encontro, a escolha da roupa, a dança, o olhar, a respriração ofegante, o suor, o cheiro…Hummmm!!!
    Tantas coisas… que não se resumem em beijo e sexo!!!
    Pois homens, saibam que a maioria das mulheres gostam mais das preliminares do que o ato em si…
    Texto muito bacana, que deveria ser seguidos pelos homens para deixarem de ser babacas!!!

    Parabéns Gustavo!

  • Érica

    Estão faltando homens e mulheres que pensam assim. Achei apaixonante seu texto.

  • vivi

    Adorei!!!

    cê tem namorada gustavo?????? rs

  • Lukah

    Delícia de texto…deu até vontade de beijar, transar… usar todos os sentidos!!!
    rs
    :)

  • Earl

    Gay!

  • Helen

    Adorei o seu texto. É muito poético. Se mais homens e mulheres pensassem como vc os relacionamentos seriam outros…..bem melhores.

  • Helen

    Não dê audiência para quem vem aqui deixar comentários maldosos. Quem faz isso é porque não tem a sua maturidade. Quem desdenha, quer comprar.

  • Tatiana

    Eu nunca li algo tão sublime com idéias tão bem colocadas. Foi maravilhoso, eu senti cada palavra deste texto magnificamente construído para a satisfação de nossas mentes sempre ávidas por sentimentos tão vívidos como estes que nos circularam, abraçaram e beijaram. Sensações, não tem nada a ver com egoísmo, mas o que eu senti a-g-o-r-a ninguém jamais saberá, ficará aqui dentro em segredo.

    Suspiros e despedidas.

    Aplausos de pé, sorriso longo e duradouro.

    Até mais ver.

  • Maria

    Para mim beijo é começo para uma transa, independente se for uma noite, pq dois tão afim de ir até final numa relação sexual.
    Quando há poucos beijos ou beijos se selinho!!! sem graça… sexo fica restrito apenas a sexo sem um envolvimento dos corpos, dos sabores da língua.

  • Lady X

    Que coisa linda…que coisa boa! Sou mulher machista…gosto de homem de pegada forte,abusado,atrevido e viril. Erra o homem que trata a amante como “mulher maravilha” ou “boneca de porcelana”,e eles estão perdidos com a mulher de hoje que não quer um provedor,mas que não deixou de querer um macho,que quer ser chamada de puta,de taõ segura que está de não ser uma!!! Parabens e obrigada,espero que muitos homens visitem seu blog!!!!

  • Iza

    Lembro-me daquele aniversário, de uma colega de uma colega, ele estava lá em 1986 e eu também.
    Fui lá só para só para vê-lo… e o que mais uma menina de 16 anos iria querer? Mas no fim da festa quando todos desceram do terraço eu recebi o melhor… um beijo sem beijo e sexo sem sexo… só respiração, ânsia e olha … você transpira, treme e bambeia as pernas… não sei se era ele, ou eu ou era apenas meus 16 anos cheios de hormônios …

    Enfim…. concordo 100%.

  • priscila

    derreti… :~
    belíssimo texto. amei.

  • Lady X

    Ah,Gustavo…outro dia me perguntaram se um cara com quem to saindo tansa bem. Eu disse : “sim,tecnicamente bem”. Acharam engraçada a minha resposta. Se lessem o que vc escreveu entenderiam,mas infelizmente não me expresso tão bem qto vc e só respondi: “sim tecnicamente…pois a palavra transar pra mim quer dizer não seguir padrão..é entrar em transe”. Vc explicou melhor e me tornei sua fã.Por falar nisso..cadastrei meu e-mail,vamos combinar um jantar desses que vc descreve???? hahaha!!

  • Nathalie Schmidt dos Santos

    Oiee…

    acabei de receber este texto por um amigo meu….
    fiquei impressionada com o texto…
    só tenho uma palavra pra descrever…
    PERFEITO!!
    É isso, q a sociedade e os homens principalemente estão precisando ouvir…q naum é só beijo,sexo e pronto…
    É mto mais q issoo!!!!!!!!
    O comecinho,um simples olhar…e naum precisa mais de nada…

    Parabéns!!!!!!

  • Carolina

    Gustavo…
    PARABÉNS!!! O texto está super interessante…
    a gente começa a ler e não para mais… não conhecia o blog mas virei fã viu…
    ADOREI!!! a história do beijo com o corpo todo, é fantastico…
    Valeu mto…
    Beijos…

  • Glória

    Parabéns pelo texto!
    Realmente, as pessoas sempre cometem esse engano de dissociar e tornar os relacionamentos como se tivessem que seguri um ‘roteiro” pré-estabelecido, em que o primeiro passo é isso e o segundo aquilo, quando na verdade não há isso. Tudo é importante,tudo é envolvente: um olhar mais demorado, um toque ‘sem querer`e a sensacão que esse contato inesperado dá…
    Em fiim…
    E, não generalizando, acho que os homens, mais do que nós mulheres, é que devem ter isso em mente!
    muito legal mesmooo!
    Confesso que nunca tinha visitado esse blog. Mas, desde já, fiquei fã!Bjão!

  • joão

    papinho só pra pegar mulher….

  • Roberta

    Uau! Adorei o texto! Deu até vontade de transar agora!!!!

  • Bibia

    terminei de ler e pensei:
    “Nossa, o que foi isso?”.
    rsrsrs
    senti meu rosto, meu corpo todo ruborizar (como acontece depois….)
    acho que me relacionei por inteiro com esse texto.
    :-*

  • su

    Adorei o 69 em pé. Vou tentar fazê-lo.

  • Andrea

    Parabéns pelo texto e pelo ponto de vista.
    Minha sugestão é para que vc pense em dar – no bom sentido, é claro – cursos sobre relacionamento, com discussões sobre qqer assunto.
    Escutar a opinião dos outros, independente de concordar ou não, nos faz analisar melhor as nossas.

  • David

    Independente de concordar ou não com o conteudo, a maneira como o texto está escrito torna-o muito agradável de ler. Valeu!

  • paula bueker

    adorei esse texto.
    as pessoas precisam aprender a ser mais sensiveis uma com outras…
    descobrir que com o menor toque pode -se acordar e gerar varias sensações…
    parabens pelo trabalho..

  • cantinflas

    Nossa, que texto grande! O tempo que se gasta para ler da prá tirar umas cinco fudas! È muito viadagem para ter um orgasmo de poucos segundos!

  • Hermen

    Adorei o comentário porque assim tudo sai a mil e uma maravilha

  • Hermen

    Não há sexo sem contacto dos lábios, lingua e do corpo.mais para acontecer um beijo no seu verdadeiro sentido não precisamos pedir nem esforçar aquem pode nos satisfazer essa vontade, o simples olhar, contacto corporal, toque na cara com mão, pegar os cabelos e fazer passar o dedo nos lábios, já é um grande motivo pra beijar. Daí os corpos ficam com calafrio o prazer do beijo aumenta a ansiendade do casal é maior e sem se falar acontece talvés o inesperado sexo.

    Sou da mesma opinião com o comentador.
    Um beijo a toda equipe
    Sou Moçambicano

  • ebenezer

    Adorei o comentário. Há duas semanas estávamos sem fazer sexo tradicional, mas sem saber seguiamos exatamente o que foi exposto no comentário. Foi muito bom todas as sensações que sentimos.

  • Mariana

    Gustavo, eu adoro beijo! Mas amo de paixão!!!

    Agora tenho que confessar que só de ler este post fique excitada, tive uma experiência incrível e um orgasmo celestial!

    Desculpe a franqueza, tão mal vista nas mulheres, mas, você deve ser gostosíssimo!

    Beijos! ;)

    Mary.

  • fernando

    sexo nunca foi e nunca será robobtizado………odeio indicações de sexologos……..sexo é como impressão digital, cada qual tem a sua. Qualquer relação entre duas pessoas é sexo. Portanto, não se prendam a leitura sobre sexo, manuais, tente ser único, ser autentico, isso é o q importa.abçs

  • Marciliane Eugenia

    O primeiro parágrafo é um convite para ler toda a matéria e um convite “indispensável”… O título é curioso, mas a desenvoltura do texto evapora a curiosidade e concretiva verdades ocultas que desatentos e inesperientes deixamos passar, perdendo o sentido do prazer e a continuidade do mesmo.O beijo como a barra de chocolate é degustado antes, é imaginado o seu sabor e como vamos devorá-la, mas no momento do ato tudo muda e nada é pensado ou imaginado, mas sentido, vivido. Quanto aos homens… são sonhadores. Homens ou mulheres, que sonham e esquecem que sonhos são para serem realizados. Este testo Gustavo, é revalador, inspirativo, impulsivo, cativante e excitante. Confesso que me deu vontade de beijar mais, abraçar mais, sentir mais, fazer amor, sexo seja lá o que for… mas fazer sem princípio e sem fim… porque pensando no que você me ensinou, se fechamos os olhos beijamos e continuamos o beijo, sentimos o beijo e, muitas das vezes um beijo que nem foi concretizado, que nem ainda foi dado, mas é bom e gostoso, é sentido e provocante. E o sexo? Como deve ser bom olhar pro parceiro num sono profundo e sentir o tesão, a tensão, a penetração outra vez, ouvir o gemido e sentir a respiração ofegante, e nunca esquecer o gesto, o olhar, os toques… e num suspiro profundo se vive num segundo as horas vividas atrás ou aquelas que um dia viverás…

  • osvaldo

    Parabêns pelo artigo!Até que enfim algo concreto e de conteúdo aparece sobre tantas verborreigas que escrevem sobre a sexualidade. Seu texto corresponde à verdadeira proposta daquilo que o Papa tem dito sobre a humanização da sexualidade. Verdadeiramente, ninguém merece ser reduzido a um orifício, a uma vara ou a um papel de bala (camisinha)!Parabêns!!!

  • chissano

    na verdade o relacionamento so inicia na boca e termina no sexo…..
    E dificel transar cem que tenha antes beijar

  • Jaerton

    É bem legal mesmo teu texto, às vezes a gente enche nossa vida de etapas, aí fica nervoso e nada dá certo.

  • Tuane

    Nossa ! Que texto intenso…
    Realmente, sempre pensei dessa forma, e me achava estranha por isso.
    Mas agora não, agora vejo que faz sentido essa minha vontade de estar perto, de curtir, sair, brincar feito criança, acariaciar, olhar, etc…, e depois voltar pra casa com a sensação de ter vivido o dia mais completo do mundo ! É tão bom poder sentir isso, mas infelizmente são poucas as pessoas que topam viver esses inexplicáveis momentos e pode ter certeza que enquanto não houver um desses para compartilhar esse estilo de vida, hum, prefiro ficar solteira como estou e sei que não perderei nadinha por isso !!
    Lindo texto querido !!!
    Um forte abraço,

    Tuane.

  • Vanessa

    Quero dar meus parabéns para quem escreveu essa matéria!

    Parabéns mesmo, relatou o que a maioria de nós não conseguimos enxergar.

    Se todos nós enxergassemos dessa maneira tudo seria mais bonito, limpo e mágico…

    Os comentários também sobre a matéria em questão estão maravilhosos!

    Parabéns para todos!!

  • João

    Amigo, não inventa moda, sexo e beijo existem desde que o mundo é mundo, um não existe sem o outro, falando de sexo completo, prazeroso, satisfatório, feito por pessoas que buscam o prazer no sexo, sem exageros. Se não fosse necessário, porque afinal, nosso criador faria um pênis e uma vagina, mais, faria da mulher, a ´única criatura do sexo feminino a ter prazer e orgasmo. SEXO TEM QUE SER TRABALHADO, o homem tem que preparar a mulher para o ato sexual, tem que haver química, a mulher tem que gostar do que está fazendo, e deixar se explorar suas zonas erógenas pelo parceiro, em sexo vale tudo desde que ambos entrem em sintonia, tem que ter e prepara um “clima” para isto, haver relaxamento, tem que haver penetração, passada de mão por tudo,contato físico, manipulação com as mãos(masturbação, fricção) de um pelo outro, cumplicidade, gostar do que está fazendo.`´E tão simples o ato em si, não fiquem complicando, o que a natureza descomplicou, o contato de corpos de um homem com uma mulher, o resto acontece ao natural, é da natureza, é automático, basta os dois quererem e tá feito o estrago no bom sentido, mas saliento é bom, um conhecer o outro, e isto aconbtece com o tempo, amadurece. Abraços

  • Carolina

    Simplesme muito bom!Se vcs homens querem saber se esse texto é realmente bom, mande-o para algumas mulheres e peça a opnião das mesmas.
    É exatamente isso!Quer envolver uma mulher realmente, haja dessa forma,porque a sensação que temos quando voce não beija logo de cara, quando não haje da forma prevista, é que ainda temos que conquistá-lo, atraí-lo mais, além disso fica aquela sensação :- Ah!Eu não vejo a hora de beijá-lo!
    E quando enfim o beijo acontece é mil vezes melhor do que se tivesse sido logo de primeira, porque é mais esperado, mais desejado, mais empolgante!!!Bom demais!!!

  • Márcia

    É a primeira vez que leio um texto seu!!
    Diria simplesmente que é EXCITANTE!!
    Parabéns pelas palavras!!

  • Lucia

    Parabéns o texto é sem dúvida muito bem elaborado,infelismente homens e mulheres perderam a noção do sério do valor pela pessoa como um todo e isso deixa um vazio muito gde eu vejo o sexo como um momento mágico onde por alguns segundos duas pessoas se misturam por completo meu corpo deixa de ser só meu e por isso não dá pra ir abrindo as pernas mesmo pra qualq

  • Taísa

    Nossa amei esse texto…concordo plenamente…..e meu ex tb…pq meu relacionamento com ele era assim….pena q acabo…mas ta valendo….

    Bjssss

  • Fabiana de Melo.

    (…)”Pegá-la no colo, beijá-la na boca, bater na cara, conversar, massagear, fazer um 69 em pé, penetrá-la por trás, acariciá-la, respirá-la, lamber seu suor, escrever para ela.”

    “Escrever para ela.”

    Estás a quilômetros de muitas mulheres que são suas leitoras e penso: Algumas como eu, se excitaram com seus dizeres.

    Com todo o respeito: Foi bom pra ti?

    Pra mim foi ótimo.

  • Silvia

    Adorei. Viva as várias dimensões da existência humana.

  • Paulo

    Muito interessante! Não havia pensado por este ponto de vista!

  • Rosa

    Depois deste texto inspirador,
    só posso perguntar:
    Você é casado?

  • Janis

    Que propaganda é esta abaixo do texto: “amor em Cristo”!!!???

  • Ronaldo

    Cara, achei muito bacana seu texto,independente de cada um ter sua maneira de fazer sexo e q se torna uma , com certeza se existe algumas novidades diante da mesmisse q acontece nos relacionamentos ” penetração”, “penetração” e “penetração”, torna + longíncuo a relação entre um casal, acho q isso é q está faltando para uma durabilidade no relacionamento. Como diz o ” Fernando sexo é uma impressão digital..” Mais quando se fala em um relação a 2 a mesmisse acaba com tdo, esse texto é uma maneira de deixar a parceira sempre imaginando o q vem depois, o q vem amanha e depois de amanha. Muito sábio suas palavras, idiotas as críticas machistas. Sexo ñ é somente beijo e penetração e sim todo o contexto!
    Parabéns cara, foi uma ótima dica!

  • CAROLINA

    Bom Fabiana… prá mim foi incrivelmente INCRÍVEL!!!!!

    Meu deus!!! quanta sensibilidade!!!!

    Concordo plenamente com cada palavra desse texto e digo ainda mais…
    Prá que beijo e sexo se existem palavras assim???? que transportam a gente para o mais intensa e excitante imaginação????

    Ainda vou experimentar “fazer um 69 em pé”…

    “lamber seu suor” prá mim foi além!!!!! imagina só o quão excitante é lamber o suor daquela pessoa, que está ali com vc… naquele momento, ofegante, entregue às maiores fantasias que um toque, uma língua, um cheiro podem provocar…

    que delícia!!!!!! que excitante!!!!!!!

  • sal

    Adorei o texto …

  • Mariana

    Muito bom, mente super aberta, vc vai longe!
    Parabéns!

  • deolinda

    o sexo é maravilhoso, mas nem sempre representa o inicio de uma relação, principalmente quando for mal gerido pode ser o fim de uma relação. Por isso concordo que as relçãoes são um conjunto de pele, sensibilidade e parceria; os toques inesperados, os beijos roubados e na hora certa, talvés uma conversa agradavel, tudo bem combinado pode nos proporcionar momentos maravilhosos. usemos todos os sentidos para isto.

    o artigo foi muito esclarecedor.
    Adorei

  • Re

    Olá,

    É a primeira vez que leio seus textos, e estou surpresa e ao mesmo tempo feliz por saber que ainda existam homens que tem essa sensibilidade extraordinária. Isso me faz refletir, que nem todos os homens são iguais, ainda existem algumas espécies raras.
    Lendo seu texto, me senti aquela personagem…uma mulher de verdade…
    Beijos

  • Ana

    Fraco.

  • camile

    Finalmente… é a primeira vez que leio esse blog…
    fiquei feliz e satisfeita em ter a certeza que apesar de ser pequena a quantidade de homens “inteligentes” ainda temos excessões… 96% dos homens não tem percepção da extensão do que é um relacionamento…

    Aliás não só os homens nós seres humanos e com nossos tabus sempre tachando tudo e todos… limitando nossas felicidade… amei a matéria que resumi não só o relacionamento como também a vida no todo… Vamos para de limitar a vida… Ela já é curta e colocarmos barreiras ai… já era …

    Abraços

  • Elisa

    O texto é bacana mas, pelos comentários, percebi que muitos homens não entenderam.

    A questão não é esperar pelo momento certo do beijo. Não é ficar tentando conhecer todos os gestos e anseios da mulher. Ao contrário, é parar de querer analisar tudo. “Agora é isso, agora é aquilo”… quando isso e aquilo não existem.

    “vou para observa-la, entende-la, saber tudo dela, senti-la sem nem encosta-la, etc… Quero beija-la sem toca-la pq qndo toca-la sei que será ainda mais sublime!…” (Renan nos comentários)

    Coisas assim pensadas só me dão náuseas. Cara chato! Vai babar na avó!

  • lia

    Nossa, quem mim dera encontrar um homem que siga a risca tudo isso, quem sabe um dia. Talves eu não tenha observado,ou não tenham reconhecido cada um desses detalhes. O que posso dizer simplesmente adorei o texto. As pessoas andam focadas no ato em si e não no sentimento envolvido, que é o principal. Tem coisa melhor do que uma noite de prazer com o amor de sua vida?

  • Crika

    Como descrever??? não dá … sem palavras … amei

    bjuss

  • Cristian

    Muito legal! Vejo como um retorno à espontaneidade, àquela liberdade infantil. Simplesmente ser. De fato nos tornamos por demais metódicos, presos à regras que sabe-se lá de onde vieram.

    O texto está excelente. Vale separar um tempo para refletir a respeito.

    Um grande abraço.

  • Lara

    “Aí o beijo limita porque de algum modo dispersa a energia de atração antes mesmo de deixá-la crescer.”

    Deixar crescer a atração antes de consumar qualquer coisa física é algo beeem interessante! chegar a queimar né! Dispersar energia.. que loucura! nunca tinha pensado nisso! Acho que é a msm lógica de segurar o orgasmo né.

    Qdo o relacionamento é mais longo, a paixão já deu lugar para algo mais “sóbrio” (porém não menos passível de extremos prazeres) é bacana que os beijos iniciem o contato e sejam loooongos, não é mesmo? Daí, vc começa o contato mergulhando no profundo microcosmo do beijo e (re)conhece o seu parceiro, sabe?
    Pq, se não for assim, em relacionamentos longos, mais “amornados”, em que, no geral, o estopim pede algo mais concreto, como inciar um mergulho no prazer? ( baixou o Wando!)
    Tbm, depois tbm que sintonizou, é só alegria e desfrute da intimidade conquistada com anos de ralação, ops, relação.

    É uma pena (ou não?) que o beijos diminuam com o tempo de casamento. Pode não ser regra, mas é essa que conheço de conversar com outras pessoas. Uma moça escreveu acima que isso ocorre na relação de 6 anos dela. Poxa, imaginem com 15 anos? Tbm passo por isso.

    []s!

  • Aline

    Adorei a colocação, muito verdadeira e real. Se as pessoas pensassem e agissem dessa forma, não teríamos tantas pessoas emocionalmente doentes e desequilibradas

  • Flávia

    Oi Gustavo, gostei bastante do texto.
    Eu to passando por um momento um tanto estranho na minha vida, não que isso nunca tenha acontecido, sim já aconteceu, porém, a intensidade com que se sucedeu dessa vez me impressionou!
    E falo exatamente do que você escreveu..
    Eu inexplicávelmente me interessei horrores por uma pessoa e ela não mora na mesma cidade que eu, nunca nos vimos, não sabemos o cheiro, o toque, o gosto do beijo, não sabemos como é ter um nos braços do outro.
    Confesso que a distância nessas horas não é muito favorável e parece inimiga, mas as palavras, a voz, o carinho que transmite numa ligação, se torna incrível!

    Eu só tenho a dizer que penso que tudo vai ser perfeito quando nos encontramos, a reciprocidade só aumenta meus sorrisos, meus sonhos e minha crença de que tudo pode dar certo e de que as pessoas podem sim vale a pena!

    Beijo Gustavo

    :*

  • Nínive

    Como sempre, texto tentador.

    Ler, deixar a imaginação vagar e, vislumbrar algo q se quer com base no que foi lido.

    Gusssstavo… vc, realmente, meu querido, vai lonnnnge.

    Bjusss

  • Maria Eduarda

    Difícil encontrar isso numa pessoa.Mesmo que agíssemos assim, penso que tem que haver uma mesma frequência do outro pra coisa toda fluir e nem sempre se encontra.

    Perfeito post.

  • Paola P.

    Eu amei o seu blog! Primeira vez que entrei aqui, li alguns posts, magníficos, perfeito! Lógico que já passei o link para meu futuro marido, nos casaremos dia 25 de abril . Adorei! parabéns !! Você tem muita sensibilidade! Me idendifiquei com os textos, me encontei, adorei! beijos ! Parabéns!

  • Ana Carolina

    Gustavo…
    Encontrei esse blog mês passado, e sinceramente vc está me deixando mais seletiva! hauhauahaua
    É… meu próximo namorado vai ter que ralar muito pra conseguir me conquistar mesmo!
    Tô ficando exigente depois de ler o nao2nao1.
    Rsrsrs

    Ótimo post… Vc está ficando craque em deixar as mulheres na vontade, viu! E é isso que tiro desse post. As mil e uma maneiras que existe para chegar em uma pessoa.

    Bj

  • Karina

    Nada como um beijo que é muito mais que uma união de lábios. Que faz a gente perder a cabeça, isso sim é beijo. Pena que é tão raro encontrar, geralmente os homens ficam muito preocupados com a performance e esquecem de se entregar. Adorei!
    Beijo

  • isa

    oi garotas, sou a namorada do gustavo…

  • isa

    primeiro de abril, hohoho…

  • Marília

    Noooossaaaa! Simplesmente perfeito!
    amei! e de fato a camisinha atrapalha muito! Namoro a muito tempo e n uso mais…eh uma coisa quase transcedental!

    adoro seus textos!

    bjus

  • Xana

    quanto homem com inveja de quantas mulheres o Gustavo pode pegar com esse texto!!!
    hahaha

  • Pattr!cia

    Parabéns pelo texto. Maravilhoso!

  • Sodré

    Entendi o conceito do texto, mas não tenho certeza se ele se aplica na prática.
    hehehe

  • Lorena

    O melhor beijo é aquele sem regras, jogos ou medo. É aquele que vc não planeja. Ele simplesmente acontece. Vai ver que é por isso que dizem que o melhor beijo, é o roubado!

  • Gabriela

    Gustavo;é minha primeira,de muitas com certeza,vez que acessei seu site.Estou realmente bem impressionada com seu texto envolvente,inspirador,arrebatador e de uma sensibilidade incrível!!! Fiquei sem fôlego…inebriada pelas suas palavras,as imagens;perfeito:”O Beijo” de Klimt.E para fechar lindamente,uma bela trilha sonora(adorei a dica,vou comprar o cd!).
    Concordo quando vc diz que não devemos colocar fronteiras,impondo os limites do beijo e do sexo;sejamos livres p/ beijar e fazer amor até mesmo que apenas através de palavras,tal qual vc o fez tão deliciosamente apaixonante!
    Beijos,
    Gaby(Amante das palavras)

  • Santiago

    Me identifiquei muito com essa matéria.
    Tive um affair com uma garota no qual rolou toda essa quimica da paquera. Nunca nos bejamos. Isso acabou quando aconteceu o beijo.
    Sempre quando estavamos juntos rolava um jogo nosso, que todos em volta percebiam.

  • Michelle Machado

    Gustavo,
    Não sei o que me surpreendeu mais, se o seu texto ou os comentários…
    Você verdadeiramente “dança um tango” com o leitor…Você “olha, estende a mão e nos conduz ao salão, de forma sedutora e gentil…”
    Ainda “escuto a música”…
    E o que é essa dança senão a possibilidade de encontrar o outro? Ser a visão como encontro do outro e de si mesmo, tomando a forma de espelho? :-)
    Bom, nem todos gostam de se ver no espelho… Mas ainda é divertido ver as reações das pessoas ao “se ver (ou não) nele”…
    Tenho “dançado” mais em minha vida depois dos seus textos…
    Um grande abraço,
    Michelle

  • Marta

    Gustavo, quando li o título do texto não imaginei como o conteúdo me faria mudar de idéia…
    Me fez repensar muitas coisas…
    Simplesmente perfeito, amei!!
    Obrigada.
    Beijos!

  • Giovanna

    Bom, se o Gustavo não tem namorada, a fila deve estar enoooorme! Só aqui nesse post contei umas 10… (acho q cheguei tarde… rs).

    Mais um maravilhoso texto! Surpreendente, apaixonante, sedutor… enfim!

    Só lamento ler a opinião de certos homens!
    “…sexo é sexo…”
    Sem comentários!

    Deve ser por isso que há tantas mulheres infelizes sexualmente! rs

    Bom, parabéns mais uma vez, Gustavo!
    Beijos!

  • giselle

    Muito bom o texto, talvez se eu não tivesse passado por uma experiência dessa teria achado o texto surreal, mas não uma noite toda de conversa e sexo, entrosamento total, é a melhor coisa que já me aconteceu, mas é raro conseguir essa química….

  • Dedé

    Perfeito… amei este texto!
    Estava meio ausente daqui mas estou de vortaaa!

    Beijo

  • Ana

    Beijo respirado…

    Aquele que te tira a vida por alguns instantes e te entrega a eternidade.

  • Bárbara F.

    Sou leitora do blog a um bom tempo, porém esse tema… “ai ai ai ui ui”

    A prova disso tudo é na dança. Não importa o quanto saiba “molejar”, mas o quanto deixa o ritmo te levar. A união dos corpos sem previsão dos passos, apenas conduzindos pelo que sabem, mas sem entender onde vão chegar. A cumplicidade. A entrega. Sentir-se provocado quando provocando a “erupção” no parceiro. O momento do beijo é o toque da pele, o atrito dos corpos e a sutileza a qual os dois podem agir que não haverá motivos para se sentir envergonhados; o roçar dar pernas e do sexo são o ínicio do ato que pode ser interrompido pelo final da música. Mesmo não sendo esse o final…

  • Aline Ribeiro

    Ridículo, ridículo, ridículo:

    “Pra quase comer a mulher no salão: ZOUK.

    Pra mostrar que você leva o corpo dela para onde quiser: FORRÓ.

    Pra fazê-la suar como nunca suou antes de tirar a roupa: SALSA.

    Pra impressionar e mostrar o que é ser homem: TANGO.

    Pra mostrar o que é malícia: SAMBA DE GAFIEIRA.

    É só isso. O resto é merda.”

    Isso só mostra sua insensibilidade e desrespeito para com a arte que abre caminhos para a amizade, companheirismo, cavalheirismo, auto estima e etc, etc, etc… Poderia ficar aqui enumerando, mas não vale a pena…

  • LEO ZELIG

    Otimo o blog…vou passar a acompanhar…

    Digam ae com quem vcs ja foram comparadas na balada…

    http://seferrandonabalada.blogspot.com/

  • Muito bom esses post. E realmente essa entrega total é o que há de melhor MAs geralmente me deparo com homens que pensam apenas com a cabeça de baixo. Não teriam então tempo para refletir, ou mesmo se lessem um texto como esse talvez nem entendessem, não porque são desinteligentes, mas sim por estarem sempre voltados ao próprio umbigo, e não conseguissem notar que para o prazer ser pleno, há de se satisfazer a todos que estejam participando da “questao”. a maioria está preocupado apenas consigo, e nem enxerga a parceira como um apessoa ,mas sim como obejto para sua própria satisfação. Talvz inha visão esteja um pouco deturpada, por experiências desagradáveis, sei que não é regra definitivamente, no entanto aqui ond emoro esse tipo é maioria… infelizmente. Sensibilidade e masculinidade atrelados a virilidade é o que há, pena que nem todos perceberam isso ainda…

  • daia

    Ótimooooo texto Gustavo! Meus parabéns!

  • ? Larissa

    texto maravilhoso :D

  • Lívia

    acabei de ler a parte “sobre o autor”…
    desculpe minha arrogância (que você já conhece!), mas espero que saiba que, os olhares que tanto busca, são encontrados, não em todas as mulheres, mas, apenas em mulheres.. homens jamais conseguirão tê-lo…
    gosto de conversar com você.
    beijos!

  • Jairo

    “Dr. Gitti”

    Me diverti muito lendo alguns comentários nos seus diversos textos.
    Blog púpura de um cafajeste. Genial! Acho que vou usar esse nome pra mim!
    Entender os homens assistindo Two and a Haf Man, bola dentro!! Sem mencionar o trio do Friends, que somados dão um da espécie.

    Fato é que você é realmente um cara diferente e especial!

    Forte abraço.

  • Ana

    TOC…TOC…TOC…
    Por onde você anda?
    Quanta intimidade, não é?! Mas não dá pra ler teus textos e não se sentir “intima”.
    Sinto falta de ler textos tão inspiradores…
    Vê se aparece!
    Beijo.
    Ana

    Espere… Escreve algo sobre o por quê da infidelidade feminina…
    Sobre o direito de fazer o próprio destino… Ser feliz a despeito de qualquer norma social, etc.
    Acho que só você poderia ter sensibilidade para tocar em assuntos tão delicados, sem vulgaridade.
    Obrigada.

  • Dany

    CLAP CLAP CLAP

    Instigante, erótico e romântico!

  • Natalia

    Esatava eu procurando blogs no Blogblogs, com temtática próxima ao meu, quando de repente me encontrei aqui!
    estou impressionada com seu texto, muito bem escrito, parabéns!
    Concordo extremamente com o fato de beijo e sexo não existirem, tenho essa sensação direto mas não sabia expressá-la e você o fez por mim.

    bjs

  • Jay

    Gustavo, vc é simplismente inexplicavel… e rarissimo!!!
    Ah, como seria bom se os homens tivessem 30% de percepção que vc tem sobre relacionamentos…
    É a primeira vez que visito seu blog (foi atraves de um link do Yahoo!) e ja abri umas 10 abas louca para lê-las depois desse texto inspirador!

    Mesmo que todos já tenham dito, insisto em dizer: PARABÉNS!!

  • Solange

    Gustavo… estou estasiada.

    Cheguei hj as 7h00 aqui no escritório, nem lembro como cheguei no seu blog. 1o. artigo lido ‘Casar por amor é uma péssima idéia!’ li a parte 1… depois a 2… depois esse e depois outros vários. Não consigo parar. Apesar de estar ainda meio em choque ou reflexiva… sei lá como expressar… fiquei sem palavras ms tinha q deixar um comentário. AMEI seu blog!!!

    Agora, qto a esse artigo. SENSACIONAL!!! Só de ler fiquei com vontade de experimentar tudo. rsrsrs Para mim, nada é mais excitante q um homem inteligente.

    Bjs e parabéns!

  • Clara

    O beijo, nada é mais intenso que o primeiro beijo, que esperamos dias a fio para dar aquela pessoa que desejamos loucamente, um tocar dos lábios, um morder dos lábios…há mulheres que podem ter um orgasmo com um beijo…

  • Janis

    Eu que até outro dia estava fazendo artigos criticando a postura dos blogs masculinos com relação as expectativas e desenvolvimentos dos relacionamentos, tenho que admitir que este seu texto me deixou sem palavras ásperas e negativas. É bom eu quebrar a cara de vez em quando e encontrar homens que são capazes de escrever sobre sentimentos sem parecer irônicos ou contraditórios…
    Seu texto me fez lembrar uma frase de Stuart Mill:

    “As apreensões inuteis dos homens somente substituem outra aflições piores por aquelas as quais eles estão inultimente receosos; uma vez que toda restrição de liberdade de conduta de qualquer um de seus companheiros pode secar a fonte primitiva da felicidade humana e diminuir o aprimoramento da espécie de um ponto imperceptível, em todas as áreas que tornam a vida valiosa para cada ser humano”

    Parabéns… embora eu acho que seja desnecessário dizer isso.
    Você deve estar cansado de saber :)

  • Priscila

    Estava com esse endereço salvo em meus arquivos com o seguinte anunciado. ” Ler depois “, hoje finalmente ele foi lido, e agora eu vi que devia ter lido no momento do nosso primeiro encontro e não ter deixado para depois, afinal a sensação foi maravilhosa e por falta de vontade eu adiei esse sentimento.
    Meus parabéns o texto é maravilhoro.

  • Mila

    ….Bom como fisioterapeuta …
    fazer 69 em pé…não há tecnica que aguentem….
    fazer amor embora seja um exercio mas de mente e coração..e não de teatro…mas gostei…..aqui nada é a sério….
    apenas fiz um coment+arioo

  • lis

    Nem sei se vc vai ver meu comentário, mas preciso falar que seus textos me deixam sem respirar…
    nao gosto de dizer que vc é maravilhoso, d+, sensacional e tudo isso que vc já se acostumou a ouvir, porém nao posso dizer que nao é!
    Enfim… tenho que te confessar: VOCÊ ME ASSUSTA!E MUUUITO! quanto mais te leio, seja aqui ou no “Papo de Homem”, mais tenho medo de ti e menos acredito em vc(que você exista)!
    adorei a parte:”Ela não desconfia que, enquanto ele a corteja, está jogando o jogo mais sujo de todos – fruto da perfeita união entre o homem gentil e o cafajeste.”

    rsrs… covardia!!!
    bju, inté!

  • Relda Mara

    Muito, muito bom.
    Eu poderia escrever varias observações, mas limito-me a dizer que:
    - faço minhas as palavras de Gisele (em especial, no sentido de reação provocada com o texto) e Barbara F (contribuição muito boa, e verdadeira! – pra quem já viveu)
    - Ana, voce é ma poetiza. Como é que alguém defini tão bem e em poucas palavras um troço tão grande?

    e finalmente:
    - Aline Ribeiro, voce não entendeu nadinha do texto, mocinha…

  • Khandinho

    vc é pua…

    Vc é indireto, com o flerte.
    1 – vc escala físicamente, toca, dança e constroi Kino (aumentando a “temperatura sexual”)
    2 – Continua na fase de gerar atração, puxa e empurra, até ela desejar o beijo… mas vc não vai dar-lo facilmente…
    3 – controe conforto com ela em todo o processo…
    4 – conhece-a mais profundamente, gera simililaridade…
    ok, ok vou parar por aqui, estou destruindo toda a poesia do post!
    vc é pua e eu sei disso!
    ótimo texto, abração!

  • Gustavo Gitti (autor)

    Khandinho,

    Espíritas vêem espíritos em todo canto, foucaultianos vêem estruturas rizomáticas de poder, marxistas vêem lutas de classes, um torcedor fanático vive em um mundo cheio de corintianos, palmeirenses, santistas…

    Ou seja, seu comentário fala claramente que uma pessoa se interessa por PUA: você.

  • Joakim

    Assinei o feed e estou devorando o blog hehehe

    Muito bom o post

    Sempore disse para minha namorada que onde o pessoal sente uma coisa eu sinto 10x mais desse jeito impossível não fazer sexo com a “cidade inteira” como no final do texto.

    O cheiro de sexo no ar, o gosto do outro, a voz rouca, sentir o corpo do outro por inteiro e apreciar tudo que se está vendo e sentindo em cada poro.

    Acho que o mundo em si seria bem melhor se todos usassem seus sentidos plenamente.

    Em especial acreditar em seu sexto sentido para a hora certa de agir.

    Ótimo Blog.

  • Ina

    Temos necessidade de nomear e identificar todas as coisas ao nosso redor desde que começamos a escrever, ficamos horas tentando decifrar comportamentos, ações e inteções por meio de palavras.
    Vivemos num mundo rápido demais para nos dar tempo de sentirmos, contemplarmos as experiências de vida tanto nossas, quanto as que presenciamos.
    Podemos nos deliciar com as mais simples experiências. Como por exemplo degustando a nossa comida preferida, acompanhada com as emoções que ela desperta em nossos sentidos e, se puder compartilhar esta experiência com a pessoa ao seu lado, com a descrição desta emoção por ti sentida, pode tornar-se um momento de lembrança dos dois indefinidamente (amizades inclusive são construídas desta forma).
    O que quero dizer, é que se compartilhamos o que somos, a experiência sempre é mais gratificante ao invés de tentar compartimentalizar as ações, nomeando cada passo e se preocupando com os passos a seguir, ao invés de curtir a pessoa contigo.
    Estamos todos muito centrados em nos mesmos para conseguirmos permitir uma abertura.
    Independente do tempo do relacionamento (horas, dias, semanas, meses)tudo fica muito mais gostoso quando podemos compartilhar emoções e tantas outras coisas.
    aAssim,a partir dos olhos se encontrarem e o interesse rolar, tudo é relacionamento portanto é só aproveitar e aprofundar o contato, indefinidamente.

  • Marcia

    As vezes fico impressionada como algumas pessoas mesmo distantes tem sintonia com a outra. Toda vez que algo, digamos que, “diferente” acontece em minha vida, vem essa amiga, do nada, aparecer com algo q se encaixa com o que estou passando ou sentindo…e foi o que aconteceu hoje, uma amiga me mandou um e-mail falando pra eu entrar aqui… mas voltando ao que interessa.)

    Concordo plenamente com o que o Rodrigo escreveu (“AS PESSOAS TENDEM A ACREDITAR QUE UM RELACIONAMENTO SÓ INICIA REALMENTE APÓS O BEIJO, E QUE UM RELACIONAMENTO DITO “SÉRIO”, SÓ INICIA REALMENTE APÓS O SEXO. SE BEIJO E SEXO NÃO EXISTEM, ISSO DEIXA DE FAZER SENTIDO.
    UM RELACIONAMENTO PODE INICIAR APÓS UM PULO DELA NOS SEUS BRAÇOS COM UM ABRAÇO APERTADO (E SUADO), OU APÓS UM SORRISO DEPOIS DE UM DIA NA PRAIA COM ELA.
    UM RELACIONAMENTO SÉRIO PODE INICIAR APÓS UM OLHAR DEMORADO AO FINAL DE UM FILME, OU APÓS UMA SESSÃO DE FORRÓ/SALSA/SAMBA DE GAFIEIRA/BOLERO COM OS CORPOS COLADOS (E SUADOS).
    POR QUE SE PRENDER A METER ALGO EM DUAS OU TRÊS PARTES DO CORPO DELA PARA DEFINIR UM RELACIONAMENTO, SE, NO FINAL, É COM ELA POR INTEIRO QUE A GENTE SE DIVERTE E TUDO MAIS SE DESENVOLVE?”)

    RELACINAMENTOS começam e terminam de diversas maneiras, mesmo sem sexo e sem beijo. Quando nos decepcionamos com alguém o relacionamento termina antes mesmo de começar, porque o que esperávamos ou entendíamos passa a ser um nada.
    Relacionamentos não precisam de modelos certos, fórmulas magias, palavras vazias… relacionamentos precisam apenas de SENTIMENTO, de empatia… e, as vezes até antipatia.

    Toda e qualquer forma de manifestar sentimento é um relacionamento.

    Sempre imaginei um relacionamento pra mim que indicasse desejos, tesão, amor, companheirismo, amizade… e quando vejo, acabo me “relacionando” com palavras, com “achismos” e não com pessoas e atos concretos. Viajo no desejo de sentir, de me encantar.

    Sabe por que gente??? Porque antes mesmo de começar algo do tipo beijo e sexo, o relacionamento já existe… Porque toda e qualquer vontade que se manifeste de desejo mesmo que acabe, já se relacionou… só que esses “relacionamentos” terminam, antes de começar…pura e simplesmente porque PESSOAS são mais do que escritas ou brincadeiras de letras espalhadas em um papel…pessoas são gente e, as vezes, acreditam!!!

    Um brinde ao relacionamentos VERDADEIROS não de palavras para a conquista, mas de SENTIMENTOS de desejos reais.

    E que Deus nos permita esse brinde, mas se isso não acontecer, que a gente ao menos SE DIVIRTA!!!

  • kryss

    Nossa, me apaixonei pelos seus textos!!!

    Uma forma sutil, delicada sem perder o tom másculo!
    Quem disse que macho não é delicado?! Tem que ser! Toque delicado de ourives, de artesão…
    Toque de quem toca matéria frágil: uma fêmea!

    Um “regalo” para este dia!

    Bjks

    kryss

  • Gui

    Sublime.
    Desculpa, mas não consegui expressar de outra forma a sua escrita. Cara, poesia pura. Não pare de escrever, tens um futuro muito bom pela frente. Talento não te falta

  • Renan

    Bah cara, certamente eu já senti isso. Não do mesmo modo, pois seria sem graça e clichê (haha), mas sim com essa intensidade tremenda que tu transmitiu no texto.

    Acho que existe muito mais que somente um corpo para explorar, mas sim uma alma à agradar.

    Sem muitas palavras, só o parabéns pela intensidade de transmissão do texto!
    Abraço!

  • Homem com pegada: força ou precisão? | Não Dois, Não Um: Um blog sobre relacionamentos lúcidos

    [...] de nossa capacidade de invadir sem perguntar, de entrar sem ser chamado, de pesar sobre ela. Não metemos com um pau, metemos com todo o peso do corpo, avançando, cortando, batendo, abrindo, liberando uma [...]

  • Fernanda

    UAUUUUUUUU!!!!

    faltou citar o endereço … onde se encontra um destes??? :p

    TEXTO PERFEITOOOOOOO … a essência é fantástica

    Parabéns !!

  • Sem tirar: como emendar quase todas as posições sexuais | Papo de Homem – Lifestyle Magazine

    [...] já disse, beijo e sexo são coisas que não existem: “Você pode passar a noite toda a setenta ou a dois centímetros de distância. Você pode [...]

  • Nat

    Você é apaixonante!!!

  • Maicon

    “…sente o cheiro de baunilha que ficou da barra de massagem, agarra o quadril dela, olha para a janela aberta e mete em tudo isso.”

    Sem comentários.

  • Ly

    Se você puser em pratica todas estas técnicas com sua parceira, podes crer que será amor eterno..Muito 10 este texto.

  • James

    Bom, acompanho teus textos desde sei lá, sempre, por bem que me lembre lá no papodehomem, que afinal é magnifico. Adoro o PDH,
    mas o fato é que:

    Havia lido esse texto, e sim, me marcou demais. Acredito ter sido o texto mais lindo que já vi quando o assunto se trata de um relacionamento.O problema é que eu li, e quando li, só guardei o texto na cabeça. Pra mim que ele tava lá no PDH, busquei busquei e nada. Belo dia, cliquei lá no link pro nao2nao1 e vim olhar os posts, fui lendo tudo, até que um dia, vendo postagens mais antigas reencontrei esse texto.

    O que tenho a dizer é, caralho! ele é foda, ele é aplicavel. Sim, me empenhei em um dia tentar esquecer as fronteiras e não tentar um beijo antecipado, apenas me relacionando de maneira sutil com a garota. A tensão e ansiedade que isso cria na garota é magnifica, por que ela fica pensando “é agora?” e você tem a chance de ser imprevisivel. Essa tentativa me rendeu o primeirobeijodeumrelacionamento mais cinematografico que eu já tive, yes, e um belo namoro pela frente.

    sem mais delongas, sou teu fã.
    um grande abraço gustavo.

  • JU

    EU AMEI AS DICAS SOBRE SEXO
    UM BEIJÃO

  • Patricia Pacheco

    Não adianta certas pessoas lerem tudo isso… Esse texto só serve para quem entende…

    O homem que não sabe fazer nada além de penetrar, seja com a lingua ou com outros membros, não vai aprender nada.

    A mulher que também não pensa em dar prazer, que só quer receber, também não entenderá.

    Esse tipo de pessoas lêem, gostam, acham diferente, mas NUNCA colocam em prática. Nunca sentem realmente.

    Resumindo: ou a pessoa sabe, ou a pessoa não sabe.

    Aprender esse tipo de coisa? Muito pouco provável. E antes que venham falar que colocaram em prática, eu duvido muitíssimo que tenha se repetido mais de 3 vezes.

  • CURIOSA

    É muito fácil falamos de sexo no primeiro encontro, não há problemas… mas não é bem assim na prática! Conheço um homem a uns 12 anos, nunca fomos próximos, hoje, depois dele ter se divordiado, assim como eu (temos, 26 anos eu e 28 ele) tivemos um flerte… quase ficamos após uma festa de camisa, dessas que parecem carnaval só que num ambiente fechado, mas surtei! Imaginei que talvez quizesse apenas sexo e que depois me trataria com indifrença enfim, não me senti segura.Semanas depois, envolta a tantos desencontros , saimos e no primeiro momento ele deixou claro que não queria apenas conversar e eu aceitei, não estava a fim de falar de minha vida… transamos… foi maravilhoso mas trabalhamos no mesmo local e não sei como lidar com essa proximidade, e por algum motivo idiota eu dei o passo e ficamos de novo só que dessa vez me senti estranha, fico confusa… os homens criticam uma mulher que não sabe o que quer, porém, quando vamos atrás do que queremos e não fazemos tipo eles nos julgam fáceis embora, não sei se isso o que esse cara pensa ao meu respeito. E aí Garoto?

  • Nataly

    É dificil transformar em palavras os sentimento, sensações, desejos…

    Admiro sua maneira de expressar o que muitos não conseguem dizer.
    Parabens, aguardo novas postagens!

Deixe seu comentário...

Se for falar de seu relacionamento no comentário, seja breve, não cite nomes e não dê muitos detalhes, caso contrário não será publicado. Lembre-se que não há nenhum terapeuta de plantão.